Para o 21º e último Grande Prémio do Ano, a Pirelli vai levar a combinação mais macia de pneus na sua gama. O C3 como o branco duro, o C4 como amarelo médio e o C5 como o vermelho macio. Estes compostos são ideais para a superfície lisa do circuito de Yas Marina, proporcionando o compromisso correto entre desempenho e aderência em uma corrida que começa no final da tarde e termina à noite. Após o Grande Prêmio, os testes começam para o próximo ano com todas as equipes.

CARACTERÍSTICAS DA PISTA

  •  Yas Marina é na média para a temporada quando se trata de severidade, com asfalto liso e uma mistura bem equilibrada de curvas que é mais sobre tração e frenagem do que forças laterais.
  •  Historicamente, o Grande Prêmio de Abu Dhabi tem sido de uma única parada, com baixo desgaste e degradação. Este parece ser o caso novamente este ano, com a escolha mais dura um nível além do que a usada em 2018, quando foram levados os supermacio, ultramacio e hipermacio. No ano passado, Lewis Hamilton venceu a corrida, trocando o ultramacio pelo supermacio, durante um carro de segurança virtual.
  •  Houve uma escolha de pneus mais duros em comparação com as temporadas anteriores em algumas corridas este ano. Isso foi feito para ajudar os pilotos a forçarem ao máximo durante cada período da corrida, em vez de ter que gerir o seu ritmo para garantir uma parada.
  •  Com a corrida acontecendo até o período da noite, as temperaturas da pista tendem a cair drasticamente à medida que a corrida avança. Como o carro fica mais leve em combustível, isso pode alterar o padrão de comportamento do pneu para potencialmente aumentar os trechos da corrida. Isso também significa que as sessões de treinos livres, TL1 e TL3, não são particularmente representativas.

MARIO ISOLA – GERENTE MUNDIAL DE MOTORSPORT DA PIRELLI

“Abu Dhabi marca o fim de mais uma temporada muito longa, mas o trabalho ainda continua para nós após o Grande Prêmio, com uma série de testes para a Fórmula 1 e Fórmula 2, usando pneus de 13 polegadas, bem como pneus de 18 polegadas. No total, vamos levar cerca de 4.500 pneus para Abu Dhabi, incluindo os usados nas corridas e nos testes, número maior do que o dobro do habitual. O teste oficial da Fórmula 1 de dois dias após a corrida será particularmente importante, uma vez que dá uma oportunidade para as equipas compararem os pneus de 2019 a 2020 em condições representativas e com carros especificamente adaptados pela primeira vez. Antes disso, temos um último Grande Prémio para disputar. Há uma grande chance de podermos voltar a registar novos recordes neste fim de semana, já que as equipes maximizaram o conhecimento dos pneus de 2019″.

OUTRAS NOTÍCIAS DA PIRELLI

  •  Imediatamente após o Grande Prêmio de Abu Dhabi, a Pirelli embarcará em um de seus programas de testes mais movimentados de todos os tempos. Na terça e quarta-feira, as equipes têm a oportunidade de testar os pneus de 13 polegadas para o próximo ano ao lado dos pneus atuais. Este teste será seguido por um teste oficial da Fórmula 2 de três dias e, em seguida, o teste de desenvolvimento final do ano do pneu de 18 polegadas para a Fórmula 1 (com a Mercedes) e Fórmula 2.
  •  Todas as equipes da F1 terão a oportunidade de testar 20 conjuntos de pneus cada durante o teste oficial de dois dias na terça e quarta-feira após a corrida, encorajando-as a correr de volta para avaliações de costas entre os pneus de 2019 e os seus equivalentes de 2020. A Pirelli selecionará 12 desses conjuntos em nome das equipes (incluindo alguns jogos dos compostos C3 e C4 de 2019 e 2020, para fins comparativos) com as próprias equipes escolhendo o resto.
  •  A Fórmula 2 retorna à ação para a rodada final depois de uma pausa de dois meses. O título já é de Nyck de Vries, mas as posições finais do pódio ainda estão em disputa.
  •  A Pirelli teve um regresso bem-sucedido à Fórmula 3 no Grande Prémio de Macau, com o estreante Richard Verschoor, da Holanda, superando o estônio Juri Vips, após a primeira corrida em Macau com os atuais carros de F3 da FIA com pneus P Zero. O italiano Raffaelle Marciello venceu a Copa do Mundo FIA GT pela Mercedes com o P Zero DHD2, depois de ter partido da pole.
  •  Abu Dhabi marca o último evento de F1 Pirelli Hot Laps do ano.

OS PNEUS ESCOLHIDOS PARA ESTA TEMPORADA