O CINTURATO CA67, QUE AGORA É PARTE DA LINHA COLLEZIONE PARA CARROS CLÁSSICOS, FOI O PIONEIRO NA ESTRATÉGIA PERFECT FIT DA PIRELLI AO CRIAR UM PNEU PERSONALIZADO PARA CADA CARRO: A MARCA REGISTRADA DA ATUAL FAMÍLIA P ZERO

O Pirelli Cinturato CA67 equipará o Mercedes Gullwing 300 SL; um carro emblemático no tributo a história da corrida Milão-Sanremo 2019. O Cinturato é o primeiro pneu esportivo da história moderna, bem como a marca mais antiga da Pirelli, que a representou em cartazes e anúncios por décadas. O Cinturato da Pirelli nasceu como “padrão da banda de rodagem 367” e depois foi vendido pela empresa italiana sob o nome CA67, no início dos anos 1950. Agora este pneu está de volta no mais recente tributo à famosa corrida de Milão a Sanremo: uma das mais antigas competições de automobilismo na Itália, onde a Pirelli é patrocinadora. Nesta 11ª edição do evento, que começa no circuito de Monza, perto de Milão, em 28 de março, a Pirelli retorna um dos mais potentes símbolos automotivos de massa: resultado do boom econômico da década de 60.

UMA HISTÓRIA ITALIANA: EMANUELI, O MAGO DOS PNEUS

O Cinturato foi o primeiro pneu radial fabricado pela Pirelli e também o primeiro a ter um caráter claramente esportivo, tendo sido inicialmente projetado para equipar a gama da Alfa Romeo. O composto da banda de rodagem era extremamente resistente a altas temperaturas e cortes, enquanto a estrutura de lona radial com cinturas cruzadas assegurava rigidez extra. Isso, por sua vez, fez com que o pneu fosse mais preciso e adequado aos primeiros carros esportivos da era moderna. O pai desse produto patenteado foi Luigi Emanueli, de Milão, um mestre da tecnologia e renomado mago de pneus, até o ponto em que agora ele é lembrado como o criador do Cinturato. Antes de se tornar a marca mais antiga da linha da Pirelli, o Cinturato teve que ganhar sua fama em uma época (anos 1950 e 1960), quando o conforto era priorizado em relação ao desempenho. Foi o começo da era de especialização que conhecemos hoje e os fabricantes estavam começando a produzir os primeiros verdadeiros carros esportivos. No entanto, para um pneu inovador como o Cinturato CA67, nem sempre foi fácil livrar-se da dominância de pneus estabelecidos com estruturas mais convencionais, como o Stelvio e o Sempione. Não demorou muito para a mudança vir. Já em 1954, o CA67 tornou-se a face pública da Pirelli, com sua silhueta distinta e padrão da banda de rodagem representando a empresa em feiras e anúncios. O CA67 permaneceu como parte da gama até 1980 e hoje está disponível como parte da família Pirelli Collezione. É onde os entusiastas podem encontrar pneus que combinam visuais clássicos com tecnologia e materiais modernos, ajudando a manter a originalidade dos carros clássicos. A marca Cinturato, claro, nunca saiu da produção. Hoje, ainda está disponível com o P7: um dos pneus da Pirelli com o maior número de homologações.

O PRIMEIRO FEITO SOB MEDIDA

O desempenho esportivo e a personalização continuam sendo marcas-chave do DNA da Pirelli até hoje e isso se tornou bem conhecido graças ao Cinturato. O “padrão da banda de rodagem 367” anunciou o início da estratégia Perfect Fit da Pirelli, que representa o foco da empresa de Milão e ajuda a se destacar dos concorrentes, especialmente com a linha P Zero. Como resultado, os fabricantes de carros premium e prestige podem confiar em pneus que são precisamente adaptados a cada modelo exclusivamente. O Cinturato CA67 foi o precursor de uma família de pneus com aplicações específicas, modificados para se adequarem perfeitamente aos veículos em que estão equipados. Como o nome sugere, um Perfect Fit que inaugurou a abordagem única feita sob medida que ainda hoje caracteriza os pneus Pirelli.