Milão, 25 de março de 2019 – O Grande Prêmio do Bahrein começa no final da tarde, às 18h (horário local) e termina à noite, sob os holofotes: uma das três únicas corridas que dependem da luz artificial. É uma pista que produziu algumas tensas batalhas estratégicas no passado neste circuito desafiador. Os três compostos mais duros da gama da Pirelli (C1, C2 e C3) terão as nomeações duro, médio e macio, respectivamente – com as cores branco, amarelo e vermelho, como de costume este ano.

CARACTERÍSTICAS DA PISTA

track

  • •  A superfície da pista no Bahrein é muito abrasiva, tendo sido originalmente construída com granito da Inglaterra: uma das razões pelas quais os compostos mais duros são selecionados.
  • •  As temperaturas da pista podem cair drasticamente à medida que a corrida adentra pela noite. Isso também pode ter um efeito sobre a estratégia, alongando os trechos entre paradas.
  • •  A estratégia vencedora do ano passado no Bahrein foi de uma parada, embora a maioria dos pilotos tenham parado duas vezes. A corrida teve uma batalha altamente tática, com muitos pilotos fazendo longos trechos antes de parar para a troca de pneus.
  • •  O Bahrain se define em aceleração, frenagem e tração em vez de curvas rápidas. Ela é uma pista sensível para a parte a traseira – sendo importante cuidar dos pneus traseiros.
  • •  A corrida e a classificação no começo da noite significam que o treino livre 2 é a única sessão de treinos diretamente relevante. Com isso, a maioria do trabalho de simulação será condensada nesses 90 minutos.


MARIO ISOLA, GERENTE MUNDIAL DE MOTORSPORT DA PIRELLI

“Já vimos algumas batalhas táticas emocionantes no Bahrein, principalmente no ano passado, e esperamos que haja ainda mais potencial para isso neste ano. Os compostos C1 e C2, que são os compostos duros e médios neste fim de semana são, na verdade, um pouco mais macios do que os pneus duros e médios do ano passado, o que deve torná-los ainda mais adequados para a pista. Embora a chave para o Bahrein seja no gerenciamento dos pneus traseiros, muitas equipes não escolheram um conjunto extra de compostos duros. Como sempre, o desafio consiste em lidar com as demandas de tração em uma pista cheia de variáveis e que tem uma queda de temperatura durante a corrida, bem como o asfalto mais áspero do ano”.

OUTRAS NOTÍCIAS PIRELLI

  • •  O Grande Prêmio do Bahrein será seguido pelo primeiro teste dentro da temporada de 2019, na terça e quarta. McLaren e Toro Rosso dedicarão dois dias de testes aos pneus protótipos da Pirelli de 2020, andando com um segundo carro nos dois dias para esse fim.
  • •  O campeonato de Fórmula 2 recomeça no Bahrein com um emocionante fluxo pilotos novatos, incluindo Mick Schumacher: filho do heptacampeão mundial Michael Schumacher.
  • •  Ao contrário da Austrália, os pilotos da Mercedes e da Ferrari optaram por seleções de pneus idênticas no Bahrein (assim como a Max Verstappen, da Red Bull), enquanto a outra Red Bull de Pierre Gasly adotou uma abordagem um pouco diferente.
  • •  O primeiro teste da temporada da Fórmula 3 aconteceu em Paul Ricard, na semana passada, com o piloto da equipe ART Grand Prix, Christian Lungaard, no topo das tabelas de tempos. Um total de 30 pilotos participarão do campeonato da F3 este ano.


pressure

PNEUS SELECIONADOS ATÉ O MOMENTO

table