O DIABLO ROSSO ™ II, pneu da gama supersport da Pirelli, continua destacando-se como o equipamento original exclusivo escolhido para algumas das motocicletas de maior prestígio recentemente introduzidas no mercado. Entre elas estão as mais recentes máquinas MV Agusta e a Rivale 800. Enquanto esta última estará equipada com pneus Pirelli em 120/70 ZR17 na frente e 180/55 ZR17 traseiros, a criação da empresa Schiranna, a Brutale 800 Dragster, estará à venda com DIABLO ROSSO ™ II 120/70 ZR17 na frente e 200/50 ZR17 atrás.

A marca DIABLO ™ nasceu em 2002, fazendo sua primeira entrada no segmento supersport e, em seguida, estendendo seu alcance até o presente em muitos outros segmentos de mercado. DIABLO ™ pode, portanto, vangloriar-se por seus 10 anos de história, experiência, tecnologia e vitórias, tanto em pista quanto em testes comparativos produzidos pelas principais revistas de moto.

DIABLO ROSSO ™ II é o pneu supersport da Geração Rosso para utilização em estrada. Como resultado de tecnologias desenvolvidas pela Pirelli em mais de dez anos de participação no Campeonato Mundial de Superbike, DIABLO ROSSO ™ II traz novos horizontes para a Geração Rosso. Desenvolvido para motos naked e supersport, que exigem desempenho superior e segurança em todas as condições, de estradas sinuosas do país para o tráfego da cidade, tanto em condições de pista seca quanto molhada.

DIABLO ROSSO ™ II adota algumas das tecnologias de vanguarda da Pirelli:

• A EPT (Enhanced Tecnologia Patch) – uma tecnologia desenvolvida pela Pirelli no Campeonato Mundial de Superbike, que otimiza a área de contato para uma melhor aderência do pneu ao asfalto.

• O ICS (Ideal Contour Shaping) – tecnologia que aumenta a aderência e a entrega de potência das motocicletas modernas que moldam perfeitamente o perfil do pneu para resultados sem precedentes em termos de estabilidade e segurança enquanto se inclina.

• FGD (Functional Groove Design) – contribui para melhorar a regularidade do desgaste e para aumentar ainda mais a superfície de contato com o piso e aumentar a agilidade da transmissão da potência ao solo.

A estrutura dos pneus DIABLO ROSSO ™ II foi projetada para maximizar a área de contato em qualquer ângulo e em todas as velocidades, para apoiar a banda de rodagem e obter um controle desportivo combinado com excelente estabilidade. Tudo isto foi conseguido com a tecnologia EPT, que assegura uma distribuição mais uniforme da tensão e da pressão sobre toda a área de contato.

Os perfis projetados com a tecnologia ICS, proporcionam suporte em inclinação e confiança ao sair de curvas em plena aceleração. Estrutura e perfis foram concebidos para permitir que a parte dianteira e traseira trabalhem em sincronia, com um comportamento equilibrado. A cintura de aço 0º sob o piso otimiza a forma e elasticidade do pneu garantindo ao condutor um feedback progressiva ao longo da curva, um comportamento homogêneo e uma capacidade de absorção ótima. Com o apoio dos compostos, o cintura de aço 0º garante a máxima estabilidade de frenagem.

Em relação aos compostos, DIABLO ROSSO ™ II utiliza o conceito Bi-Compound para o pneu traseiro otimizando quilometragem e aderência. Na área central há polímeros que ajudam a permitir um aquecimento mais rápido e de alta tração em aceleração em linha reta. Na zona externa, a área lisa contém um composto de alta dispersão, Carbon Black, que proporciona uma excelente aderência em inclinação com qualquer estilo de pilotagem. Ambos os compostos aquecem rapidamente e atingem a temperatura ideal de uso em um tempo muito curto, permitindo que o piloto sinta confiança e aderência desde o início. Por fim, o composto do pneu dianteiro proporciona desgaste regular combinado com estabilidade.

DIABLO ROSSO ™ II utiliza a tecnologia FGD: os sulcos estão posicionados exatamente onde é necessário, deixando a área lisa nos ombros e no centro para garantir a alta quilometragem e aderência em curvas. 

DIABLO ROSSO ™ II é personalizável. É possível criar etiquetas adesivas especiais no site da Pirelli e aplicar em ambos os lados dos pneus dianteiros e traseiros. Cada pneu torna-se uma afirmação de identidade com o qual cada piloto pode comunicar a sua história e sua paixão por duas rodas.