As séries GP2 e GP3 irão competir em Monza, etapa mais veloz do calendário, neste fim de semana, dias 8 e 9. A corrida italiana marcará a oitava e última rodada da GP3 e a penúltima corrida da GP2 neste ano. A Pirelli, fornecedora exclusiva de pneus, disponibilizará para o fim de semana inteiro da GP2 três conjuntos do PZero Prata (duro) e dois conjuntos do PZero Amarelo (macio) para cada carro e três jogos do composto PZero Prata  (duro) para a GP3.

  

Próximo à casa da Pirelli em Milão, o Autodromo Nazionale di Monza tem 5.793 quilômetros de comprimento e é um dos circuitos mais antigos do calendário da F1. O traçado é caracterizado por uma série de retas longas e chicanes estreitas, que são um duro teste para os pneus, assim como para carros e pilotos.

Com o fechamento do campeonato da GP3, a corrida de Monza é crucial para todos os jovens competidores, por isso eles terão que extrair o máximo possível dos carros, mas sempre controlando o desgaste dos pneus. A disputa está em aberta nas duas corridas, porém dois pilotos são apontados como favoritos ao título, o piloto da Carlin, Antonio Felix da Costa, e Mitch Evans, da Arden, que é o atual líder na classificação.

Mario Isola, gerente de motorsports da Pirelli, afirmou: “Fornecemos os compostos para a GP3 desde 2010, parece incrível estarmos nos aproximando do final de nossa terceira temporada na categoria. Durante este tempo, fomos capazes de acumular uma enorme quantidade de experiência, o que nos permitiu ajustar os compostos para atender melhor as exigências do campeonato e as necessidades dos jovens talentos que fazem parte dela”. E ainda concluiu: “Para nós foi um privilégio ver estes novos pilotos avançar em suas carreiras, e esperamos que o conhecimento que eles adquiriram sobre estratégia e gestão de pneus seja útil para conseguirem trilhar o caminho rumo ao topo das competições automobilísticas”.