A estratégia dos pneus estava na linha de frente da ação no Fórmula 1 de Mônaco, com uma disputa do trio de pilotos Sebastian Vettel (Red Bull Racing), Fernando Alonso (Ferrari) e Jenson Button (McLaren), que ficaram separados por menos de um segundo a apenas 15 voltas do fim da prova. Era o tal o ritmo de corrida do trio de líderes que eles abriram quase um minuto do quarto colocado.

O trio de líderes empregou estratégias de corrida completamente diferentes: Vettel parou uma vez, mudando dos supermacios PZero Red para os macios PZero Yellow na volta 16 e fazendo seu conjunto final de pneus macios durarem por 56 voltas. Alonso escolheu uma estratégia de duas paradas, começando com os supermacios antes de mudar para dois conjuntos de pneus macios, e com uma última parada na volta 34. Button, enquanto isso foi para uma estratégia de velocidade ao fazer três paradas. Enquanto houve uma ampla diversidade de estratégias, o trio de líderes permaneceu bem próximos, em uma corrida em que os supermacios da Pirelli fizeram sua estreia em competições.

Assim que a corrida entrou em suas 10 voltas finais, o trio de líderes estava ainda muito próximo em uma luta surpreendente pela supremacia, antes que um acidente causasse um período com a presença do safety car [veículo de segurança] seguido por uma bandeira vermelha, com apenas seis voltas faltando para terminar. Como as regras permitiam às equipes trabalharem em seus carros durante a corrida suspensa, os pilotos tiveram permissão para trocar os pneus antes que a corrida voltasse em uma disparada final para a linha de chegada.

O trio de líderes escolheu os pneus supermacios PZero Red da Pirelli para correrem até a bandeirada final, o que terminou com Vettel ganhando pela primeira vez em Mônaco. Foi a primeira vitória da Pirelli em Mônaco desde a corrida de 1957, que foi vencida por Juan Manuel Fangio e Maserati.

O Diretor de Automobilismo da Pirelli, Paul Hembery, afirmou: “Nós fomos privilegiados de ver uma das mais acirradas batalhas dentre todas em busca da vitória em Mônaco: a mais prestigiada corrida do ano. O trio de líderes utilizou estratégias de pneus completamente diferentes, mas ficaram mais ou menos juntos, o que é exatamente o que estávamos pretendendo para o início do ano. É ótimo ver a estratégia dos pneus fazendo esta parte proeminente da ação; dando-nos uma batalha fascinante pela liderança, em que qualquer um dos três pilotos da liderança teria sido um vencedor merecedor. Se não fosse pela bandeira vermelha nos estágios finais, estou certo que de que a batalha entre eles teria continuado por todo o percurso, até o verdadeiro desfecho. Foi também ótimo ver alguns dos outros pilotos marcando pontos, como Kobayashi, Sutil, Buemi e Barrichello. Com a volta de qualificação mais rápida de todos os tempos em Mônaco ontem, e com alguns pilotos indo para mais de 50 voltas com pneus macios PZero Yellow hoje, a Pirelli forneceu tanto o desempenho quanto a adaptabilidade com os pneus de Fórmula 1 deste ano.”

Resumo do pit stop – Fórmula 1 de mônaco 2011

Vettel:  SSU SN (16) SSU (72)     1
Alonso:            SSU SN (17) SN (34) SSU (72)   2
Button: SSU SSU (15) SSU (33) SN (48) SN (72) 3
Webber: SSU SN (16) SU (55) SSU (72)   2
Kobayashi: SN SSN (34) SSU (72)     1
Hamilton: SN SSU (22) DT (43)            SN (49) SSU (72) 3
Sutil: SN SSU (34) SSU (68)     2
Heidfeld: SN SSN (33) SSU (69) SSU (72)   2
Barrichello: SSN SN (32) SSU (68) SSU (72)   2
Buemi: SN SN (33) SSU (62) SSU (72)   2
Rosberg: SSU SN (15) SN (33) SSU (53) SSU (72) 3
Di Resta: SSU SSU (20) DT (27)            SN (32) SSU (72)  3
Trulli: SSN SSU (24) SN (46) SSU (72)   2
Kovalainen: SSN SN (19) SN (52) SSU (72)   2
D’Ambrosio: SN SSN (33) SN (63) SN (72)   2
Liuzzi:  SN SSN (32) SSN (72)     1
Karthikeyan: SSN SN (25) SSN (33) SN (72)   2
Maldonado: SSU SN (25) SSU (54) SN (72)   2
Petrov: SSN SN (28)       1 NC
Alguersuari: SN SN (29) SSN (56)     2 NC
Massa: SSU SN (26)       1 NC
Schumacher: SSU SSU (12)       1 NC
Glock:  SSN SN (22)       1 NC

 A primeira coluna indica os pneus com os quais o piloto iniciou na corrida.

S = componente macio

SS = componente super macio

N = novo componente

U = componente usado

DT = drive through

NC = sem classificação

Os itálicos representam as mudanças de pneus feitas durante a corrida suspensa. Elas não são contabilizadas nos pit stops totais.

A última coluna indica a quantidade total de pit stops.