road

Carrinhos de Golfe: o Futuro dos Percursos de Curta Distância

A 'cultura do carrinho de golfe' não é apenas uma moda, mas sim um movimento silencioso mudando a forma dos transportes de curta distância e mesmo o planejamento urbano!

Home road Carrinhos de Golfe: o Futuro dos Percursos de Curta Distância
Carrinhos de Golfe: o Futuro dos Percursos de Curta Distância

Fáceis de guiar, pequenos e com boa relação custo-benefício: os carrinhos de golfe estão se tornando uma alternativa ao uso de carros em algumas comunidades. Nos estados do sul dos EUA, a cultura dos carrinhos de golfe está ficando tão popular que tem mudado a forma como as pessoas pensam em transportes de curta distância, a ponto de a arquitetura dos espaços urbanos também estar se alterando a fim de acomodá-los.

Show more images

Houve um tempo em que os carrinhos de golfe eram usados apenas para se locomover por campos de golfe ou por resorts. Hoje em dia, os carrinhos de golfe, ou NEV (Neighborhood Electric Vehicles [Veículos Elétricos de Vizinhança]), são uma opção frequente para a população acima de 60 anos de idade, que já está avançando – um tanto literalmente – com seus modelos personalizados e designs originais. De Atlanta ao Texas e a Palm Springs, vemos carrinhos por todos os lados: os pilotos são geralmente senhoras e senhores aposentados que parecem muito mais à vontade com eles do que com um carro “de verdade”. De acordo com o CityLab, um site de estudos urbanos, há mais de 50.000 carrinhos de golfe em The Village, um dos maiores vilarejos residenciais para aposentados da Flórida. Já que um terço de todos os transportes é feito com carrinhos de golfe, 144 quilômetros de novas pistas estão atualmente em construção para acomodá-los. O planejamento urbano também vem se adaptando para receber os carrinhos de golfe, com ruas, praças e pontes recentemente planejadas, metade minigolfe, metade cidade futurista.

De acordo com a National Geographic, já estão sendo testadas novas versões dos carrinhos de golfe: andam sem motorista e poderiam constituir-se em uma alternativa real ao transporte público em larga escala. Seguindo os experimentos conduzidos pelo Google ao mapear estradas e territórios com drones sem motorista, os pesquisadores do MIT tem desenvolvido um novo carrinho de golfe de baixo custo e sem motorista. Eles já contam com alguns êxitos: os jardins públicos de Cingapura em outubro do ano passado e o campus da Universidade de Santa Clara, Califórnia. 

O robô da Santa Clara foi desenvolvido pela Auro Robotics, e logo será introduzido em mais campi universitários e em residências para a terceira idade. A Uber Technologies também tem trabalhado em carros sem motorista. De acordo com Nalin Gupta, CEO da Auro Robotics, é mais fácil projetar um carrinho de golfe sem motorista do que um automóvel assim porque os carrinhos de golfe são veículos mais lentos, capazes de detectar variações na textura da pista ou obstáculos, respondendo de uma maneira mais segura. Nesse momento, serão empregados apenas de forma privada ou restrita, também devido a curta duração de sua bateria. O novo modelo desenvolvido pelo MIT poderia fazer diferença quanto ao custo - já vem totalmente equipado para conseguir “ler a estrada” melhor do que qualquer motorista. As evidências vêm dos testes realizados nos jardins de Cingapura, um experimento conjunto realizado pela Aliança para Pesquisa e Desenvolvimento entre Cingapura e o MIT. O modelo transportou quase 50 pessoas sem nenhum único incidente. Por outro lado, os carros da Google colidiram 16 vezes - de acordo com a Mountain View, devido a erros humanos.

Saiba mais
Relacionadas
Informação do produto
O melhor da tecnologia de ponta da Pirelli
Descubra o novo P Zero
Encontre
Selecione o produto sob medida para você
Encontre o melhor pneu para seu carro
road