race

A arte de estar em todos os lugares ao mesmo tempo

É possível competir em todos os continentes em um mesmo fim de semana? Para a Pirelli, isso é rotina

Home race A arte de estar em todos os lugares ao mesmo tempo
A arte de estar em todos os lugares ao mesmo tempo

Um festival de campeonatos mundiais
Você deve imaginar que a Fórmula 1® é o suficiente para manter qualquer empresa de pneus ocupada na maior parte do ano. Contudo, a F1® é apenas um dos cerca de 300 campeonatos em que a Pirelli está envolvida em todo o mundo, cobrindo tanto duas como quatro rodas, em circuitos de corrida e também etapas de rali.
A maior parte das corridas fica dispersa no decorrer do ano, mas às vezes há uma tamanha coincidência que faz com que todos esses eventos ocorram ao mesmo tempo. Este fim de semana que está chegando é uma dessas ocasiões.
Em primeiro lugar, temos o Grande Prêmio de F1® da Alemanha, que volta a Hockenheim pela primeira vez em dois anos. Contudo, a 320 quilômetros dali também estará acontecendo a corrida das 24 Horas de Spa, na Bélgica: o maior e logisticamente mais impressionante compromisso da Pirelli no esporte a motor em todo o ano, que é também o destaque da Série Blancpain GT.
Bastante, né? Mas ainda não acabou. No mesmo fim de semana ocorre o Rali da Finlândia – o rali mais veloz e espetacular do Campeonato Mundial de Rali –, o Ferrari Challenge, em Sochi (Rússia), o Lamborghini Trofeo, também em Spa, o Pirelli World Challenge, em Mid-Ohio (EUA), e a Porsche Cup, na Austrália. E, é claro, temos a GP2 e a GP3 conjuntamente na Alemanha. Em Silverstone, há também a Silverstone Classic, para carros históricos, onde a Pirelli está patrocinando uma competição de Porsches restaurados. A ação não poderia ser mais variada. E estamos falando apenas dos grandes eventos internacionais aqui - tem muito mais acontecendo em nível nacional.
Tudo isso torna este um dos fins de semana mais movimentados do ano do esporte a motor para a Pirelli, com uma estimativa de 25 mil pneus sendo fornecidos para todos esses campeonatos por todo o mundo.

Parecido, mas diferente
O que todos esses campeonatos tão diversos têm em comum – com a exceção dos campeonatos de motos (em que os pneus são chamados Diablo) e dos pneus de cascalho para ralis (chamados Scorpion) – é o nome P Zero: um símbolo da altíssima qualidade quando se trata de pneus de Ultra High Performance.
Todos eles atendem a estilos muito diferentes de uso: um pneu de Fórmula 1® é feito para ter seu melhor desempenho por cerca de 100 quilômetros, durando talvez meia hora, enquanto um pneu de resistência é projetado para fazer várias tarefas de uma hora ou mais.
Como resultado, a maneira como todos os pneus do esporte a motor são concebidos é bem diferente, mas as metodologias de projeto e as técnicas de produção são similares - de fato, todos os pneus do esporte a motor são produzidos na mesma “fábrica de campeões” em Izmit, na Turquia, agora auxiliada por uma segunda fábrica para o esporte a motor em Slatina, Romênia.
Os pneus para as séries GT e de marcas únicas, em especial, são muito próximos de seus equivalentes em carros de rua, visto que esses campeonatos se baseiam nos mesmos supercarros que você pode comprar nos salões de exposição de maior prestígio do mundo. No caso do rali, a ligação com a estrada fica ainda mais evidente: pela própria natureza do esporte, os carros também são pilotados em vias públicas, diante de, estima-se, um milhão de espectadores, na Finlândia.

O esporte a motor no coração da marca
“Há pouquíssimas empresas que tem o esporte a motor no âmago de sua marca como nós”, comenta o diretor de motor esportes da Pirelli, Paul Hembery. “Nós encaramos o motor esporte como a maior instalação de pesquisa e desenvolvimento que temos.”
Com tanta coisa acontecendo em um mesmo fim de semana, é claro que também é preciso empreender uma vasta operação logística. Com Spa e Hockenheim sendo tão próximos, o próprio Hembery está planejando comparecer aos dois. Mas, em geral, todas as operações de esporte a motor da Pirelli são divididas em diferentes unidades de negócios que atuam de forma independente, mesmo que com uma abordagem unificada que, no final, gera retorno com o feedback para os carros de rua.
Isso é tão verdade para as corridas na Europa como para aquelas mais distantes, na Austrália e nos Estados Unidos, onde a Pirelli tem outra instalação de pesquisa em paralelo com as da Itália, executando projetos em associação com as melhores universidades americanas.
O moderno esporte a motor é um negócio verdadeiramente global, de modo que você nunca alcançará o sucesso a não ser que atue internacionalmente. Um dos exemplos mais claros desse alcance mundial será o número impressionante de atividades de esporte a motor da Pirelli em um só fim de semana, abrangendo todos os continentes, com exceção da Antártida... por enquanto. Bom, os pneus de inverno para rali Sottozero com certeza funcionariam perfeitamente por lá…

Saiba mais
Relacionadas
Informação do produto
O melhor da tecnologia de ponta da Pirelli
Descubra o novo P Zero
Encontre
Selecione o produto sob medida para você
Encontre o melhor pneu para seu carro
race