life

Quando um relâmpago destrói: projeto social que faz um mundo de diferença

Integração e impactos no centro da cidadania corporativa da Pirelli

Home life Quando um relâmpago destrói: projeto social que faz um mundo de diferença
Quando um relâmpago destrói: projeto social que faz um mundo de diferença

Realizar consertos complexos na gigantesca mão do Cristo não é algo comum para a fabricante italiana de pneus Pirelli. Mas quando a icônica estátua do Cristo Redentor noRio de Janeiro foi atingida por um raio, a Pirelli entrou em cena para financiar a obra de restauração. Os reparos vieram um pouco antes do Brasil sediar a Copa do Mundo de 2014 e, à espera de milhares de turistas, foi um imperativo cultural ter a estátua segura e com o melhor visual.

“Para um monumento como esse, que recebe dois milhões de convidados por ano - provavelmente três milhões em 2014 -, um dano desses não pode ficar sem conserto”, disse Paolo Dal Pino, então presidente da Pirelli América do Sul.

Comemoração
A decisão da Pirelli de financiar os reparos foi um projeto social alinhado a sua filosofia de “cidadania corporativa” e coincidiu com as comemorações de seus 85 anos no Brasil. “Restaurar o Cristo Redentor foi a melhor coisa que poderíamos ter feito como agradecimento a esse País e em comemoração a esse aniversário”, acrescentou Dal Pino.

Sustentabilidade está no cerne da Pirelli. Desde que foi fundada, há mais de 140 anos, a empresa tem considerado seu meio ambiente como fonte fundamental a ser preservada e respeitada. Essa filosofia não está limitada apenas ao uso eficiente dos recursos, atenção à sua pegada de carbono e desenvolvimento de produtos que ajudem a reduzir as emissões de gás de efeito estufa - estende-se a metas de governança e sociais, incluindo a proposta de adicionar valor às comunidades onde a empresa opera, de forma alinhada às Metas de Desenvolvimento Sustentável e de maneira tão amplamente respeitada pelos valores da Pirelli e no Código de Ética

A maioria dos projetos sociais da Pirelli envolve programas locais com foco em treinamento, saúde e qualidade de vida. Isso pode se dar tanto por meio de campanha de mídia sobre a importância da manutenção dos pneus e segurança nas estradas, ou a participação no dia da reciclagem na Rússia, mas em determinadas circunstâncias um projeto como a estátua do Rio pode ficar estampado nas manchetes ao redor do mundo.

Apoio local
Em 2014, a Pirelli gastou mais de €6,5m em projetos sociais,grande parte disso em moeda local em mercados emergentes e países em desenvolvimento. Os projetos são administrados localmente e devem cumprir rigorosamente com os principais indicadores de desenvolvimento (KPIs). Pode ser o número de famílias assistidas, o número de estudantes treinados, ou mesmo a área de terreno limpo. Os projetos são revisados comparando com os critérios quantitativos para obter números que os stakeholders compreendam. Para tanto, os KPIs são uma linguagem comum.

Na China, a Pirelli desenvolveu um programa de trainees que oferece aos estudantes universitários a chance de treinar na fábrica de Yanzhou, enquanto um programa de bolsas de estudos na Universidade de Ciência e Tecnologia de Qingdao dá apoio a 25 estudantes que apresentam o melhor desempenho. Ela também dá suporte ao site China Confucius, que conduz pesquisas sobre confucionismo.

Na Rússia, a Pirelli pagou e plantou 5.000 pequenos carvalhos como parte do Dia Mundial da Reciclagem, patrocinou um dia de festa beneficente em Voronezh, onde também participou colaborando com uma série de palestras sobre engenharia química, e também apoiou um festival de mídia em Kirov, onde também são oferecidos estágios na universidade.  

Show more images

Valor e impactos tangíveis
Grandes projetos incluem o programa Inter Campus parceria com o clube de futebol Inter de Milão que dá a chance a centenas de meninos e meninas, entre idades de seis a treze anos, de aprender e aperfeiçoar a habilidade de jogar futebol a cada ano. 


Outro projeto é um vínculo que a Pirelli tem com um hospital em Slatina, Romênia, onde a empresa tem uma fábrica. A empresa apoia o treinamento profissional de médicos e enfermeiros do Hospital Slatina em colaboração com o Hospital Niguarda em Milão. Mais de 250 profissionais foram treinados nesse programa, especificamente em oncologia, pediatria e atendimento de emergência. A Pirelli também doou equipamentos e aparelhos médicos ao Hospital Slatina.


“Em cada caso, nós trabalhamos para fazer a diferença e causar um impacto positivo,” disse a Dra. Eleonora Giada Pessina, Diretora de Sustentabilidade e Diversidade do Grupo Pirelli. “Os projetos não precisam ser grandes ou famosos como o projeto do Rio de Janeiro, eles só têm que ser efetivos. Esse é nosso principal critério e objetivo”.

Saiba mais
Relacionadas
Informação do produto
O melhor da tecnologia de ponta da Pirelli
Descubra o novo P Zero
Encontre
Selecione o produto sob medida para você
Encontre o melhor pneu para seu carro
life