life

O poder da política de compras ecologicamente responsáveis na cadeia de suprimentos

A Pirelli está monitorando o impacto ambiental de seus fornecedores como uma parte essencial de seus esforços para deixar seus produtos mais sustentáveis

Home life O poder da política de compras ecologicamente responsáveis na cadeia de suprimentos
O poder da política de compras ecologicamente responsáveis na cadeia de suprimentos

A Pirelli está liderando a corrida para promover o comportamento sustentável ao usar sua força na indústria – e está agregando seus fornecedores. A empresa audita os fornecedores sobre suas práticas de sustentabilidade, e, em 2012, também lhes pediu para que se unissem à Pirelli em sua nova política de Compras Ecologicamente Responsáveis, com base nos conceitos de Redução, Reuso e Recuperação. “Estamos tentando fazer com que todos em nossa cadeia de suprimento de Qualidade Premium pensem de uma nova maneira sustentável”, diz Guido Riva, Gerente de Fornecedores e da Qualidade de Materiais na Pirelli.

Cadeia de suprimento Intrincada
Os pneus em si são feitos de uma grande variedade de materiais – borracha sintética e natural, negro de fumo, cabo de aço, fibras celulósicas sintéticas e renováveis, fio de aço, sílica, cera, óleos e outros produtos químicos. Os materiais vêm do mundo inteiro: Europa, Rússia, Oriente Médio e África, Ásia Pacífico, e Américas do Norte e do Sul. A cadeia de suprimento da Pirelli envolve centenas de empresas, desde fornecedores de matérias-primas a logística, serviços e empresas de serviços públicos. A Pirelli está ativamente conversando com todos eles sobre sua Política de Compras Ecologicamente Responsáveis, lançada em 2012.

A Pirelli acredita ser importante que sua cadeia de suprimento compartilhe seus princípios. Considera que isso não apenas ajudará a reduzir o impacto ambiental do ciclo de vida dos pneus, como também criará oportunidade para inovação, ajudará a melhorar a eficiência e a cortar custos.

Trabalho pioneiro

A Pirelli encarregou uma equipe de cinco pessoas para formular a política de Compras Ecologicamente Responsáveis – um de cada uma das funções-chave dos Departamentos de Saúde, Segurança e Meio Ambiente (HSE), Compra, Qualidade, P&D e Sustentabilidade, ao mesmo tempo em que cooptava outros conforme necessário. Foi publicada em 2012, depois de um ano sendo planejada..

A Pirelli está fazendo algo inédito – é a primeira fabricante de pneus a insistir que seus fornecedores minimizem as emissões por meio de uma estratégia integrada – e comunicar seus planos clara e abertamente foi fundamental para conseguir engajar os fornecedores. O objetivo foi fazer com que os fornecedores se tornassem participantes comprometidos, dispostos e entusiasmados.

Depois da publicação oficial online das Diretrizes de Compras Ecologicamente Responsáveis em setembro de 2014 – derivadas da política de Compras Ecologicamente Responsáveis -, a Pirelli começou a colocá-las em prática ativamente. Ela realizou uma série de reuniões com cerca de 120 fornecedores importantes ao redor do mundo para apresentar sua visão e obter o retorno direto. “Tem a ver com a melhor prática, mas também tem a ver com inovação, com fazer as coisas de um jeito diferente, melhor, criando oportunidades”, diz Riva. “Os fornecedores com os quais já conversamos foram realmente receptivos. Também os estamos ajudando a entender como fazer com que seus fornecedores sigam o mesmo caminho. É o efeito cascata.”.”

Os fornecedores adotaram a política e responderam com medidas práticas como melhoras na eficiência energética de suas unidades, introduzindo iluminação de LED, melhorando a logística ao adotar outras estratégias de baixas emissões como trem e caminhão intermodais, e introduzindo processos inovadores de produção. Espera-se agora que incentivem seus próprios fornecedores a também adotarem a política, e a Pirelli os está ajudando a desenvolver suas estratégias de comunicação mediante o compartilhamento de suas próprias.
 
Grande potencial
A quantidade de fornecedores envolvidos na matriz inteira é enorme, o que torna este um projeto importante. A Pirelli acredita que embora a política de Compras Ecologicamente Responsáveis exija algumas mudanças difíceis de seus fornecedores, incluindo novos investimentos, essas mudanças ao final serão positivas e trarão recompensas.


A Pirelli já vira, no passado, a concretização dos princípios da política, em particular no setor automobilístico ocidental. Neste caso, era muito difícil usar metal reciclado nos motores. Mas quando os fornecedores foram forçados a fazê-lo, eles criaram uma solução e assim foram estabelecidas novas normas globais de reciclagem. As necessidades do mercado guiaram o Departamento de P&D, e o Departamento de P&D guiou a inovação.


Em suas reuniões com fornecedores, a Pirelli ficou particularmente impressionada com a reação das empresas chinesas, em que a cultura de recuperação, regeneração e reciclagem há muito está incorporada. Os fornecedores chineses compreenderam os objetivos imediatamente, viram as oportunidades e estão agora avançando. 

Impacto positivo
A Política de Compras Ecologicamente Responsáveis da empresa vai além de apenas incentivos. A Pirelli está monitorando emissões de carbono de Escopo 3 de sua cadeia de suprimento e, quando tiver oportunidade, esperará que os fornecedores encontrem modos de cortá-las. Embora o projeto ainda esteja em seu início, os resultados iniciais são encorajadores. Em seu primeiro ano, o programa de cadeia de suprimento da CDP, possibilitado pela política, já registrou um corte nas emissões globais de CO2 de fornecedores da Pirelli na ordem de 65 milhões de toneladas, gerando economia de mais de € 681 milhões.

“Essas são boas notícias”, diz Riva. “Acabamos de começar e já estamos fazendo uma diferença substancial – ambiental e economicamente.”

Saiba mais
Relacionadas
Informação do produto
O melhor da tecnologia de ponta da Pirelli
Descubra o novo P Zero
Encontre
Selecione o produto sob medida para você
Encontre o melhor pneu para seu carro
life