DIFERENÇA ENTRE OS COMPOSTOS

RESUMO DOS PNEUS DE SEXTA-FEIRA

• A Mercedes foi a mais rápida durante as duas sessões, liderando com os compostos macios vermelhos de manhã, antes de definir o tempo mais rápido do dia também com os compostos macios à tarde, cortesia de Lewis Hamilton. O melhor tempo do TL2 de Hamilton foi quase um segundo mais rápido do que o melhor tempo de TL2 do ano passado (embora os treinos livres no ano passado tenham sido afetados por condições climáticas mistas).
• As equipes exploraram o desempenho dos diferentes compostos em diferentes cargas de combustível e também trabalharam em várias táticas de classificação para, potencialmente, aproveitar as vantagens do vácuo nas retas.
• Alguns pilotos saíram do traçado em certas curvas hoje, trazendo sujeira para a pista, o que pode ter afetado levemente os tempos de volta e talvez os pneus dos que vinham atrás.
• As condições eram secas e quentes durante os treinos livres em Monza, com a temperatura ambiente próxima a 30 graus e a temperatura da pista excedendo os 40 graus durante a tarde.

MARIO ISOLA – GERENTE MUNDIAL DE MOTORSPORT DA PIRELLI

“O desempenho do pneu de hoje esteve exatamente em linha com as expectativas, embora seja difícil comparar com o ano passado, pois as condições meteorológicas eram bastante diferentes. Entre o pneu duro e o macio há cerca de um segundo no total: cerca de 0,6s entre macio e médio e 0,4s entre médio e duro. Vimos alguns treinos longos em todos os três compostos hoje, o que sugere que o composto mais duro também pode desempenhar um papel importante no que está se definido para ser uma corrida de apenas uma parada. Como esperado, vimos equipes testando algumas táticas diferentes de classificação, o que sempre foi uma característica de Monza. O clima quente que tivemos hoje deve permanecer pelo resto do fim de semana, o que significa que as informações captadas nos treinos livres devem ser muito relevantes tanto para a classificação quanto para a corrida. Os próprios pneus resistiram bem ao desafio no ‘Templo da Velocidade’ nos longos treinos, mesmo com o composto mais macio”.