TEMPERATURAS DA PISTA ULTRAPASSAM 50 GRAUS CENTÍGRADOS DURANTE A TARDE. CONDIÇÕES CLIMÁTICAS MAIS FRIAS SÃO ESPERADAS PARA O SÁBADO

INTERVALO DE DESEMPENHO MAIOR DO QUE O ESPERADO ENTRE OS COMPOSTOS ULTRAMACIO E SUPERMACIO, SEM QUALQUER PROBLEMA COM BOLHAS E ESFARELAMENTO

O dia de abertura da competição no Circuito de Paul Ricard, na França, que recém recebeu uma nova camada de asfalto, foi caracterizado pela temperatura da pista, que ultrapassou os 50 graus centígrados, enquanto as equipes tiveram que lidar com a nova adição ao calendário da Fórmula 1. O pneu ultramacio estabeleceu o melhor tempo nas duas sessões com Lewis Hamilton, da Mercedes, mas todos os três compostos mostraram o desempenho de forma realista para as perspectivas da corrida, enquanto a Red Bull também foi um forte adversário em cada uma das duas sessões. Com as simulações de classificação e corrida efetuadas (embora interrompidas por uma bandeira vermelha durante cada sessão) as equipes reuniram muitos dados para analisar durante a noite.

Mario Isola, gerente mundial de Motorsport da Pirelli: “nós vimos temperaturas da pista superiores a 50 graus centígrados, o que obviamente favoreceu os pneus de alta gama de trabalho, da parte mais dura da gama selecionada para a França. No entanto, o ultramacio demonstrou muita performance também, então temos três compostos diferentes que se mostram viáveis como parte da estratégia potencial da corrida. Exatamente qual será a estratégia depende do resultado da análise dos dados, que continuará após o terceiro treino livre de amanhã. Com um circuito novo, com constantes mudanças na direção do vento e condições mais frias do clima esperadas para amanhã, assim como algumas interrupções de bandeira vermelha hoje, ainda existem alguns pontos de interrogação para esta noite. A situação como de costume vai se tornar mais clara com o passar do fim de semana. Como se trata de uma nova pista, que dá particular ênfase sobre os pneus dianteiros, foi importante ver se haveria algum problema com bolhas ou com esfarelamento, mas nada disso foi observado até agora”.

TL1 – PRIMEIRO TREINO LIVRE (TRÊS MELHORES TEMPOS)

PRIMEIRO TREINO LIVRE (TRÊS MELHORES TEMPOS)

TL2 – SEGUNDO TREINO LIVRE (TRÊS MELHORES TEMPOS)

SEGUNDO TREINO LIVRE (TRÊS MELHORES TEMPOS)

TL1 – MELHOR TEMPO POR COMPOSTO

MELHOR TEMPO POR COMPOSTO

TL2 – MELHOR TEMPO POR COMPOSTO

MELHOR TEMPO POR COMPOSTO

MAIS VOLTAS POR COMPOSTO ATÉ AGORA

MAIS VOLTAS POR COMPOSTO ATÉ AGORA


ESTATÍSTICAS DO PNEU DO DIA

ESTATÍSTICAS DO PNEU DO DIA

*Os números acima dão o total de quilômetros percorridos durante os dois treinos livres com todos os pilotos combinados.

** Por composto, todos os pilotos combinados.

PRESSÕES MÍNIMAS PARA A LARGADA E LIMITES DE CAMBAGEM

PRESSÕES MÍNIMAS PARA A LARGADA E LIMITES DE CAMBAGEM