Rodada 18 de 20
Cidade do México, de 27 a 29 de outubro de 2017

Assim como no Grande Prêmio dos Estados Unidos, realizado no último fim de semana, os pneus levados para a etapa do México serão o P Zero Amarelo macio, o P Zero Vermelho supermacio e o P Zero Roxo ultramacio. Este último volta à sua cor usual, depois de ficar rosa para a disputa em Austin. O Autódromo Hermanos Rodríguez, batizado com o nome dos famosos irmãos e pilotos mexicanos, é uma das pistas mais rápidas do ano. Como já ocorreu em algumas ocasiões nesta temporada, receberá, pela primeira vez, os compostos ultramacios. Com a corrida tendo retornado ao calendário há apenas dois anos, esperamos ver novos recordes de voltas mais rápidas sendo quebrados neste fim de semana.

Os três compostos selecionados:

O circuito do ponto de vista do pneu:
 •  A superfície é lisa e escorregadia, reduzindo o desgaste dos pneus e a degradação, mesmo com as altas velocidades alcançadas (372 km/h foi o recorde de 2016).
 •  O clima é uma incógnita na Cidade do México nesta época do ano. Tudo pode acontecer.
 •  Assim como as curvas de alta velocidade, o traçado também é conhecido por algumas partes mais lentas e técnicas, como a sessão do estádio, que forma um mix interessante da parte nova e antiga da pista.
 •  A maior parte dos pilotos adotou uma estratégia de uma parada no ano passado, incluindo o vencedor, Lewis Hamilton.
 •  O pit lane é o mais longo do ano, aumentando o tempo gasto com a parada e, desta forma, influenciando a estratégia.

Mario Isola, líder de competições de veículos da Pirelli: “ No México, mantivemos o nosso princípio de trazer compostos mais macios do que os usados no ano anterior sempre que possível. Esta medida busca o aumento do desempenho, além de proporcionar corridas mais emocionantes. Este é, na verdade, o segundo ano consecutivo que estamos trazendo um novo pneu para o México já que, em 2016, o supermacio foi designado pela primeira vez. Apenas duas corridas foram feitas na atual configuração da pista, então não é um dos locais com os quais as equipes estão mais familiarizadas. Isso significa que haverá algum aprendizado para os times com o composto ultramacio, especialmente durante os treinos livres”.

O que há de novo:

 •  O pneu ultramacio irá para a Cidade do México pela primeira vez e provou ser bastante popular: muitos pilotos escolheram a quantidade máxima de dez jogos para uso durante o fim de semana.
 •  Seguindo o apoio dado à fundação Susan G.Komen® durante o GP dos Estados Unidos, o foco deste fim de semana para caridade será para as vítimas do terremoto que ocorreu na Cidade do México este ano.

Pressões mínimas para a largada na Bélgica

Minimum described tire pressures 21,0 psi (pneus dianteiros) e 19,5 psi (pneus traseiros)
   


Limites de cambagem

-3,50º (pneus dianteiros) e -2,00º (pneus traseiros)
   


Pneus selecionados até o momento