Rodada 19 de 21

Cidade do México, México, de 28 a 30 de outubro de 2016

A nomeação de pneus para o Grande Prêmio do México é exatamente a mesma do Grande Prêmio dos Estados Unidos, no último fim de semana: P Zero Branco médio, P Zero Amarelo macio e P Zero Vermelho supermacio. Entretanto, os dois circuitos são muito diferentes. O México só retornou ao calendário no ano passado, dando sequência a uma ilustre história em suas encarnações prévias, entre a década de 1960 e 1992. O traçado atual mantém elementos do antigo, um circuito muito rápido, combinado com seções técnicas e lentas mais recentes, fazendo uma intrigante mistura entre o novo e o velho, lembrando um pouco Monza.

O CIRCUITO DO PONTO DE VISTA DO PNEU:

  • - Ao lado de Monza e Baku, o México tem um dos circuitos mais rápidos do calendário 2016.
  • - Entretanto, os carros correm com mais pressão aerodinâmica do que em Monza, em partes para compensar a altitude.
  • - O asfalto ainda é novo, uma vez que o circuito foi recapeado para a corrida inaugural do ano passado, suavizando as ondulações que eram típicas do México. A superfície pode ter evoluído este ano.
  • - A curva mais famosa do México, a Peraltada, é a que tira a maior carga de energia dos pneus.
  • - O clima é sempre um ponto de interrogação, com possibilidade tanto de calor como de chuva pesada.
  • - No ano passado, a pista estava escorregadia. Entretanto, o circuito foi extensivamente usado por diversos campeonatos durante a temporada, o que pode ter emborrachado o asfalto mais um pouco.

 

OS TRÊS COMPOSTOS INDICADOS:

  • - Branco médio: jogo obrigatório, que não foi extensivamente escolhido pela maioria dos pilotos.
  • - Amarelo macio: outro jogo obrigatório, que deve ser muito usado e ter um papel importante nas estratégias para a corrida.
  • - Vermelho supermacio: será usado no México pela primeira vez este ano. Será obrigatório para o Q3.

COMO FOI NO ANO PASSADO:

  • - A corrida foi afetada por um safety car tardio, que efetivamente concedeu um pit stop final “grátis” aos pilotos. Nico Rosberg venceu a corrida de 71 voltas, começando com pneus macios e parando para colocar médios nas voltas 26 e 46.
  • - Melhor estratégia alternativa: o herói local Sergio Perez parou apenas uma vez, começando a corrida com macios e mudando para médios na volta 18, para terminar em oitavo, na zona de pontuação.

PAUL HEMBERY, DIRETOR DE MOTORSPORT DA PIRELLI: “Apesar do Autodromo Hermanos Rodriguez ser, para todos os fins, um novo circuito, há uma incrível história por trás, como o nome sugere, apoiada por um espantoso número de fãs. A seção do estádio, por si só, é uma das mais eletrizantes experiências do ano. Corremos aqui no ano passado, mas há uma grande possibilidade de que a pista tenha evoluído desde então. Também estamos trazendo o supermacio pela primeira vez. Será importante avaliar todos esses fatores durante os treinos livres. Poderemos ter interessantes alternativas à estratégia de duas paradas, que foi a mais popular em 2015.”

O QUE É NOVO?

  • - Uma vez que o México foi a novidade no calendário no ano passado, não há nenhuma mudança significativa nesta temporada.
  • - Os testes de pneus de chuva para 2017 continuam na semana que vem, com a Red Bull, em Abu Dhabi, nos dias 2 e 3 de novembro.
  • - A Pirelli foi anunciada como fornecedora exclusiva de pneus da nova Blancpain GT Series Asia.

 

OUTRAS COISAS QUE CHAMARAM NOSSA ATENÇÃO RECENTEMENTE:

  • - O México tem o circuito com a mais alta altitude do ano, o que significa que o turbo dos motores deve girar mais produzir a mesma potência. Já a potência gerada pelo sistema de recuperação de energia não é afetada.
  • - A velocidade máxima no México chegou na casa dos 366 km/h no ano passado. Esse ano deve ser ainda mais veloz.

 

Roxo Vermelho Amarelo Branco Laranja
Austrália Supermacio Macio Médio
Bahrain Supermacio Macio Médio
China Supermacio Macio Médio
Rússia Supermacio Macio Médio
Espanha Macio Médio Duro
Mônaco Ultramacio Supermacio Macio
Canadá Ultramacio Supermacio Macio
Azerbaijão Supermacio Macio Médio
Áustria Ultramacio Supermacio Macio
Inglaterra Macio Médio Duro
Hungria Supermacio Macio Médio
Alemanha Supermacio Macio Médio
Bélgica Supermacio Macio Médio
Itália Supermacio Macio Médio
Cingapura Ultramacio Supermacio Macio
Malásia Macio Médio Duro
Japão Macio Médio Duro
Estados Unidos Supermacio Macio Médio
México Supermacio Macio Médio
Brasil Macio Médio Duro
Abu Dhabi Ultramacio Supermacio Macio