DIFERENÇA DE PERFORMANCE ENTRE 1s6 E 1s7 ENTRE OS DOIS COMPOSTOS EM XANGAI

ESTRATÉGIA DE DUAS PARADAS É A MAIS PROVÁVEL PARA A CORRIDA DOMINGO

O Grande Prêmio da China apresenta um contraste marcante em relação às condições vistas na Malásia, duas semanas atrás, já que a temperatura ambiente hoje é de cerca de 20ºC. No passado, essas temperaturas amenas geralmente resultaram em granulação, um fenômeno que acontece quando a superfície do piso se resfria nas retas longas. Como resultado, o composto perde sua resistência mecânica e a superfície do pneu se torna quebradiça, ocasionando um padrão de desgaste distinto. Desta vez, mesmo com as baixas temperaturas, o composto médio não apresentou granulação e o composto macio teve granulação mínima ao longo de ambas as sessões. Geralmente, o Treino Livre 2 é um pouco mais frio que o Treino Livre 1, indo contra o que é normalmente visto..

A diferença de performance entre os dois compostos ficou na casa de 1s7, como previsto antes dos carros irem para a pista. Esse tempo deve cair ao longo do fim se semana, conforme o asfalto ficar mais emborrachado. Essa diferença de desempenho (que é a mesma vista em Melbourne, quando os mesmos compostos foram escolhidos) deverá proporcionar uma vasta gama de estratégias durante a corrida, o que, tradicionalmente, faz uma diferença importante no resultado. Em um circuito que tem a reta mais longa da temporada, com vários pontos de ultrapassagens, há muitas chances de trocas de posições durante a prova.

A Mercedes foi a equipe mais rápida nas duas sessões de treinos livres de hoje, com Lewis Hamilton. As duas voltas mais rápidas que ele fez foram melhores que os respectivos tempos feitos no ano passado.

Para Paul Hembery, diretor de motorsport da Pirelli:O principal fato do dia é que tivemos bem pouca granulação dos pneus, apesar das temperaturas mais amenas que tivemos aqui. Isso foi um passo bastante positivo e permitirá às equipes se prepararem efetivamente para uma corrida bastante longa. A diferença de performance entre os dois compostos é bem pequena, como nós esperávamos. Acreditamos que a estratégia preferida pelas equipes será mesmo de dois pit-stops na corrida de domingo.

Treino Livre 1 Treino Livre 2
1. Hamilton 1min39s033 Médio usado 1. Hamilton 1m37s219 Macio novo
2. Rosberg 1min39s574 Médio novo 2. Raikkonen 1m37s662 Macio novo
3. Vettel 1min40s157 Médio usado 3. Ricciardo 1m38s331 Macio novo

Estatísticas de pneus de hoje

Médio Macio Intermediário Molhado
Kms percorridos * 3.923 1.270 0 0
Kits usados ** 60 20 0 0
Maiores stints ** 27 21 0 0


* Os números acima se referem ao total de quilômetros percorridos nos dois treinos livres de hoje, somados todos os pilotos.

** Por composto, somadas as voltas de todos os pilotos.

Fato do dia da Pirelli

A China está intrinsicamente ligada à história da Pirelli nas competições. A primeira vitória internacional da marca italiana em uma competição automobilística aconteceu em 1907, na corrida Pequim-Paris, a qual foi vencida pelo Príncipe Scipione Borghese, com um Itala 7 litros, depois de 60 dias e 15 mil quilômetros de percorrer um sem número de estradas que sequer tinham nome! Apesar destas condições terríveis, os pneus provaram toda a sua capacidade e cumpriram todo o trajeto sem necessidade de troca.