A Pirelli dominou os campeonatos nacionais de Superbike por toda a Europa neste fim de semana. A temporada 2014 começou apenas há alguns meses, mas já rendeu à Pirelli muito sucesso e satisfação. Isso foi atingido não apenas em arenas internacionais e em campeonatos onde a Pirelli é a única fornecedora de pneus, como os campeonatos mundial e britânico de Superbike, mas também em competições que contam com a participação de diferentes fornecedores de pneus, como o Alpe Adria e as 24 Horas de Bol d’Or – que foi vencida pela Pirelli pelo terceiro ano consecutivo, além de vários campeonatos nacionais de Superbike.

Neste fim de semana perfeito, a cereja do bolo chegou ontem no campeonato britânico de Superbike. Pilotando sua Yamaha Milwaukee equipada com pneus Pirelli standard DIABLO™ Superbike SC1, Josh Brookes registrou um tempo de 1’35.411 na penúltima volta, quebrando o recorde da pista. A satisfação também foi expressa pelo atual líder do campeonato, Shane Byrne, que no fim da corrida elogiou o novo Pirelli DIABLO™ Superbike de 17 polegadas, que também está disponível no campeonato britânico este ano. “Meu estilo de pilotagem está evoluindo graças à esse novo pneu de 17 polegadas. A Pirelli fez um trabalho realmente impressionante!”, disse o piloto.

Os recordes e o sucesso não aparecem apenas no que muitos consideram o mais espetacular campeonato nacional de Superbike do mundo, mas também em campeonatos onde a competição entre fabricantes de pneus está mais viva do que nunca.

O campeonato Alpe Adria Motorcycle Road Racing teve a primeira corrida da temporada neste fim de semana, no circuito Adria Raceway. A Pirelli foi bem sucedida em todas as categorias (Superbike, Supersport, Superstock 1000 e Superstock 600). Na segunda corrida de Superbike e Superstock 600, a marca conseguiu fazer o pódio completo.

Também no domingo, no circuito EuroSpeedway Lausitz, na primeira rodada do IDM Superbike, o campeonato nacional alemão, a Pirelli monopolizou o pódio na categoria Superbike. Os pilotos da equipe Ducati 3C, Xavi Forés e Max Neukirchner, ficaram respectivamente em primeiro e segundo lugar tanto na primeira como na segunda bateria com suas 1199 Panigale R equipadas com os pneus Pirelli DIABLO™ Superbike. O terceiro degrau do pódio em ambas as corridas também foi ocupado por um piloto Pirelli, Markus Reiterberger, da equipe VanZon Remeha BMW. Xavi Forés é agora o líder nos quesitos gerais com 50 pontos, seguido por Max Neukirchner com 40 pontos, Markus Reiterberger com 32 pontos e Michael Ranseder com 22 pontos. São quatro pilotos de três fabricantes de motocicletas diferentes nas quatro primeiras posições nos quesitos gerais, demonstrando toda a versatilidade e perfeita adaptabilidade dos pneus Pirelli DIABLO™ Superbike.

No mesmo dia, um cenário parecido aconteceu na Holanda, na pista de Hengelo. Três pilotos que escolheram pneus Pirelli lideram o ONK Dutch Superbike Championship, o campeonato nacional holandês. Um deles é Arie Vos, que em Hegelo estabeleceu um novo recorde para a pista, sendo um segundo mais rápido que o recorde anterior. Os outros dois são Nigel Walraven e Kervin Bos, que era visto como um curinga no Campeonato Mundial de Superbike apenas uma semana atrás.