A Stock Car inicia 2014 em média 0,8 segundos mais rápida. Os treinos de ontem alcançaram a marca de 1’19”, um segundo mais rápido que na última corrida neste mesmo autódromo, em outubro de 2013. Nos treinos de hoje, o melhor tempo foi 1:18.927.

“Ficamos muito satisfeitos com os resultados destes dois dias e estamos trabalhando para que este tempo baixe ainda mais”, afirma Jonathan Wells, diretor esportivo da Pirelli para a Stock Car. “Até o clima colaborou, pois tivemos bastante sol e também um pouco de chuva , o que possibilitou os testes em várias aplicações”, adiciona Wells.

O piloto Max Wilson também está satisfeito com a nova medida. “Embora não mude muito os tempos, achei os novos pneus muito bons. Com a nova estrutura eles ficaram mais duráveis e vamos conseguir fazer uma leitura melhor do setup do carro. Antes, quando chegávamos a um bom acerto, os pneus já estavam desgastados o que não permitia sabermos de fato o que estava acontecendo. Também resolveu a questão do desgaste ocasionado pelas altas temperaturas de algumas pistas”, afirma o piloto.

Os testes de terça e quarta-feira fizeram os novos pneus slick rodar 1.710 quilômetros em 463 voltas. Algumas unidades dos pneus projetados para 2015 também participaram e continuarão a ser testadas ao longo deste ano.

Em 2014, o P Zero, pneu slick fornecido para a categoria, aumenta para 305/660-18 da atual medida 285/645-18. A mudança foi recomendada tendo em vista que a maioria das etapas deste ano será dupla com duas corridas de 40 minutos mais uma volta e outros 20 minutos mais uma volta. Além disso, a Pirelli se baseou no acompanhamento da performance do produto ao longo de 2013 e também na aplicação feita pelas equipes.

Estima-se que as equipes receberão mais de 3.500 pneus para pista seca em 2014.