As equipes de Fórmula 1 experimentaram pela primeira vez os pneus de 2013 da Pirelli durante os treinos livres no Brasil; a empresa italiana trouxe dois conjuntos extras de pneus protótipos, além da alocação habitual dos pneus duros P Zero Silver e dos pneus médios P Zero White, que foram indicados para o fim de semana.

As equipes usaram os pneus protótipos de 2013 principalmente na sessão da manhã, que eram diferenciados por uma escrita laranja escrita nas paredes laterais. Os pneus protótipos vistos no Brasil têm uma estrutura diferente em comparação com os pneus de 2012, utilizando o composto duro atual, porém com um tempo de aquecimento mais rápido, bem como uma degradação deliberadamente mais rápida.

Daniel Ricciardo (Toro Rosso), Vitaly Petrov (Caterham) e ambos os HRTs foram os únicos pilotos a utilizar os pneus protótipos no início da sessão da tarde, que teve início em temperatura ambiente de 32 graus centígrados e 46 graus de temperatura da pista. Não é esperado que essas condições excepcionalmente quentes perdurem, embora: amanhã deva estar bem mais fresco para a qualificação, enquanto há 100% de chance de chuva no domingo: uma marca da já exigente do circuito de Interlagos, que impõe grande pressão sobre os pneus traseiros especificamente, devido a suas cargas de tração.

Isso causou a todas as equipes – especialmente aos dois protagonistas do campeonato – um dilema interessante: concentrar-se ou não no desempenho de qualificação, que será realizado amanhã em condições secas, ou trabalhar voltado para uma condição molhada, que será útil para a corrida.

Todos os pilotos remanescentes utilizaram o pneu duro no início da segunda sessão, que foi também o único pneu além do novo protótipo utilizado na primeira sessão. Jean-Eric Vergne da Toro Rosso foi o primeiro piloto a alternar para os pneus médios na metade da sessão, seguido progressivamente pelo restante da área, com Romain Grosjean, piloto da Lotus, sendo o primeiro piloto a avançar mais rápido sobre os mesmos. O tempo mais rápido do dia foi estabelecido por Lewis Hamilton, da McLaren, com meia hora para alternar para o pneu médio: 1m14.026s.

Hamilton – que nunca liderou uma volta no Brasil apesar de ter ganho o título de 2008 no circuito de Interlagos – foi o mais rápido na primeira sessão de treinos livres da manhã, com um tempo de 1m14.131s com o pneu protótipo marcado em laranja.

Paul Hembery, diretor de automobilismo da Pirelli, disse: “Com as oportunidades de testes tão limitadas na Fórmula 1, nós queríamos dar às equipes a oportunidade de experimentar nossos pneus antes do primeiro teste oficial em fevereiro do próximo ano, para que eles possam começar a entender como os novos pneus interagem com os carros atuais. O feedback inicial que recebemos foi muito positivo: o pneu que as equipes experimentaram hoje tem uma estrutura diferente, com um aquecimento mais rápido. Isso proporciona um desempenho extra dentro de uma gama mais ampla de trabalho, devido a uma maior aderência em curvas, o que é exatamente o que estávamos buscando. Quando combinarmos a nova estrutura com os novos compostos para o próximo ano, vamos ver o potencial de desempenho por completo. Quanto a este fim de semana, não é esperado que as altas temperaturas que levaram a um grau bastante significativo de degradação hoje, particularmente nas partes traseiras, perdure, por isso provavelmente veremos os intermediários Cinturato Green e os Cinturato Blue para condições totalmente molhadas durante a corrida. Estamos esperando pelo menos uma corrida de duas paradas, mas se o tempo estiver chuvoso ou houver carros de segurança envolvidos, então tudo pode mudar de maneira significativa.”

Números do dia da Pirelli:

Conjuntos gerais utilizados:

Duro: 86
Médio: 22
Intermediário: 0
Molhado: 0

Corridas mais longas por composto:

Duro: 37 (Kovalainen)
Médio: 19 (Hulkenberg)
Protótipo: 38 (Petrov)
Intermediário: 0
Molhado: 0

Fatos do dia da Pirelli:

  • A Pirelli ficará no Brasil após o Grand Prix para o lançamento do icônico Calendário Pirelli 2013 no Rio de Janeiro, na próxima semana. Fotografado no Rio por Steve McCurry, o calendário 2013 apresenta a modelo brasileira Adriana Lima: a primeira modelo a ser fotografada durante a gravidez. A atriz brasileira Sônia Braga e a cantora Marisa Monte também aparecem no calendário.
  • Com Sebastian Vettel atualmente 13 pontos à frente de Fernando Alonso no campeonato de pilotos, Alonso tem de chegar ao pódio para ter qualquer chance de levar o título, independentemente de qual posição Vettel chegar. Se Alonso vencer a corrida, ele só poderá conquistar o título se Vettel chegar em posição inferior à quarta.