Com outro título duplo vencido por Cairoli e Tommy Searle Scorpion MX é o rei do MX1 e do MX2, respectivamente, mais uma vez

Após obter seu sexto título mundial, com uma rodada restante, Antonio Cairoli foi novamente imbatível, com o Pirelli Scorpion MX, para vencer o Grand Prix da Alemanha, e a décima-sexta etapa (e final) da temporada de 2012.

 Utilizando todo o potencial do Scorpion MX MidSoft 32, que foi ideal para o terreno alemão, duro, mas escorregadio – e apesar de uma lesão na mão, sofrida na etapa de qualificação, no sábado – o piloto de fábrica KTM controlou ambas as etapas para marcar seu sétimo sucesso consecutivo na frente de seu colega de equipe alemão Ken Roczen, que venceu o título mundial MX2 de 2011 com pneus Pirelli. O pódio da primeira classe foi completado pelo terceiro colocado, Clement Desalle, que conseguiu o último degrau à frente de outro alemão, Max Nagl.

 A vitória foi doce no MX2, graças à dominação de Tommy Searle, que obteve uma pequena vingança contra seu rival no título, Jeffrey Herlings da KTM; o triunfo do holandês em sua reunião anterior havia decidido o destino da coroa do MX2 após seu duelo, que durou a temporada inteira. O piloto inglês da Kawasaki, utilizando o Scorpion MX MidSoft 32 na frente e na traseira, com dimensões de 120/80, derrotou a dupla da Yamaha, Zach Osborne e Arnaud Tonus. Herlings não subiu ao pódio devido a um problema técnico na primeira etapa, e reverteu parcialmente seu azar com uma incursão solitária até o segundo lugar, na segunda corrida.

 “Foi outra temporada espetacular para a Pirelli,” disse Giovanni Gatti, o Gerente de Serviço de Corridas da Pirelli, “Obtivemos nosso 58º título mundial, mas também cinco lugares no grupo vencedor da classe MX1, e seis dos sete primeiros da MX2, apoiados por pneus que puderam fazer a diferença em todos os tipos de terreno e condições”.

 Classificação Geral do MX1:

 1. Antonio Cairoli da KTM Red Bull KTM Factory Racing

2. Ken Roczen da KTM Red Bull KTM Factory Racing

3. Clement Desalle da Suzuki, Equipe Rockstar Energy

4. Max Nagl da KTM Red Bull KTM Factory Racing

5. Gautier Paulin da Kawasaki, Equipe KRT

 Posições Finais no Campeonato MX1:

 1. Antonio Cairoli da KTM, p. 692

2. Clement Desalle da Suzuki, p. 594

3. Gautier Paulin da Kawasaki, p. 536

4. Christophe Pourcel da Kawasaki, p. 521

5. Ken De Dycker da KTM, p. 505

 Classificação Geral do MX2:

 1. Tommy Searle da Kawasaki, Equipe Floride

2. Zac Osborne da Yamaha Monster Energy

3. Arnaud Tonus da Yamaha Monster Energy

4. Jake Nicholls da KTM Nestaan JM Racing

5. Jordi Tixier da KTM Red Bull KTM Factory Racing

 Posições Finais no Campeonato MX2:

 1. Jeffrey Herlings da KTM, p. 694

2. Tommy Searle da Kawasaki, p. 651

3. Jeremy V. Horebeek da KTM, p. 559

4. Jake Nicholls da KTM, p. 443

5. Jordi Tixier da KTM, p. 434

 Para mais informações:

 Matteo Giusti +39 338 616 9251 matteo.giusti@pirelli.com

Francescopaolo Tarallo +39 334 684 4307 francescopaolo.tarallo@pirelli.com