O vencedor da GP3 deste ano, Mitch Evans, recebeu da Pirelli um prêmio de 200 mil Euros em evento de encerramento da temporada, em Milão, na noite do último domingo. O montante servirá para financiar o piloto na temporada 2013 da GP2, seguindo a filosofia da Pirelli de ajudar jovens talentos a chegar até a Fórmula 1.

 A Pirelli começou a fornecer pneus para a GP3 na temporada de 2010 e, desde então, nove pilotos se destacaram e subiram para o GP2, incluindo os líderes do campeonato Esteban Gutierrez (primeiro campeão da GP3 com a Pirellil) e James Calado, que recebeu uma bolsa de estudos da Pirelli em Abu Dhabi no ano passado.

Valtteri Bottas, vencedor da GP3 em 2011, desde que se tornou o terceiro piloto da Williams na Fórmula 1, pilota regularmente o carro nas sextas-feiras de treinos livres. Já o campeão da GP2 do ano passado, Romain Grosjean, agora é um dos pilotos titulares da Lotus, também na Fórmula 1. O neozelandês Evans – um protegido do piloto Mark Webber – segue agora os passos dos seus antecessores, depois de uma temporada forte na GP3 com a equipe MW Arden, na qual venceu três corridas e terminou no pódio outras três vezes.

Ao entregar o prêmio a Evans, o diretor de competição da Pirelli Mario Isola comentou: “Tivemos o privilégio de ver a temporada mais forte e mais competitiva dos nossos três anos de fornecimento de pneus para a GP3. É um sinal de que o futuro do automobilismo está em boas mãos. Depois de 16 corridas em oito autódromos, o título foi decidido na penúltima volta do ano, com uma vantagem de apenas dois pontos para o campeão”.

Evans acrescentou: “Este ano foi uma montanha-russa emocional e meu telefone enlouqueceu desde a última corrida, por isso vamos trabalhar duro na pré-temporada para levantar o orçamento para a GP2. Neste momento eu só quero assimilar tudo e aproveitar os próximos meses antes que os testes comecem de novo”.

A GP3 Series, que seguiu todos os GPs Europeus de F1 este ano, retoma suas atividades em março de 2013.