road

Os pneus? Eles têm carteira de identidade própria gravada na lateral

Saber como lê-la ajuda a escolher o pneu certo de acordo com as suas necessidades quando estiver em um revendedor de pneus para troca

Home road Os pneus? Eles têm carteira de identidade própria gravada na lateral
Os pneus? Eles têm carteira de identidade própria gravada na lateral

“195/65 R 15 91H”. Qual é o problema afinal? À primeira vista, parece uma fórmula complexa para um novo componente químico de ficção científica, e, no entanto... No entanto, essa é a carteira de identidade do pneu, muito mais simples de interpretar do que parece e muito fácil de encontrar: fica na lateral de todo pneu. Conseguir entender essa informação é mais importante do que se pensa. Na verdade, esses códigos contêm as características básicas de cada pneu. Saber lê-los é o primeiro passo para fazer uma escolha consciente quando se está no revendedor de pneus para fazer a troca e para entender as informações fornecidas pelo revendedor, pelos sites especializados e pelos fabricantes.

Show more images

Mas por que é tão importante ler um pneu? Retrocedamos um pouco: Os pneus compõem um dos componentes essenciais de um automóvel. Na verdade, eles são o único elemento de toda a estrutura que está em contato direto com o asfalto. Esse fato por si só já seria suficiente para entender o quanto eles influenciam praticamente todos os aspectos da vida no carro. Isso também resulta em benefícios de consumo de combustível, sem deixar de lado o conforto e a segurança. Ainda que instalemos todos os sistemas de segurança que a tecnologia tem a oferecer, se os pneus forem de baixa qualidade, será tudo em vão, além de perigoso - melhor dizendo: menos conforto e mais gastos.

Essa fórmula gravada na lateral do pneu nos oferece uma orientação inicial para que façamos uma escolha, pois de uma vez só ficamos sabendo as medidas, o índice de velocidade, a capacidade de carga e dados sobre o desempenho em superfícies com pouca aderência para qualquer pneu. Ela apresenta informações compostas por outros símbolos e letras que nos dão informações sobre consumo, ruído, direção em pista molhada (link para o artigo sobre etiquetas) e para quais estações do ano esses pneus são recomendados (link para o artigo sobre inverno).

O pneu fala por códigos: veja como interpretar o que ele diz
Ler as medidas do pneu pode não ser tão óbvio para quem não tem o costume de ser prático. Por isso, vamos fazer uma análise detalhada para descobrir o que significa “195/65 R 15 91H”.

195 – A largura máxima do pneu, com o veículo totalmente carregado. Em nosso exemplo, como você já deve ter adivinhado, a largura máxima é de 195 mm.

65 – Representa a relação entre a largura e a altura do pneu a partir do aro. Em nosso exemplo, significa que a altura do pneu é exatamente 65% dos 195 mm mencionados acima. Quanto mais baixa for essa relação (neste caso, estamos falando de um pneu com perfil baixo), melhor será a aderência ao asfalto, porém à custa do conforto. Não é coincidência que carros possantes tendam sempre a “embelezar-se” com pneus de perfil baixo, em comparação aos pneus convencionais para uso em estrada.

R – Referência ao método de produção do pneu. A letra “R” é encontrada geralmente em carros modernos, indicando uma estrutura radial com cordoneis de aço. A estrutura “D”, ou diagonal, foi abandonada e geralmente só é encontrada em carros antigos e de séries especiais.

15 – Diâmetro do aro. Uma das medidas fundamentais a serem lembradas, pois se trata principalmente da medida dos aros (de metal ou liga) que deve corresponder exatamente àquela indicada no manual do carro.

91 – Índice de carga, ou a capacidade máxima que um pneu pode transportar (desde que esteja calibrado corretamente). Em nosso caso, a capacidade é um pouco menor que 500 kg.

H – Por fim, temos o índice de velocidade. Como pode ser facilmente adivinhado, trata-se da indicação da velocidade máxima para a qual um pneu foi projetado. Esse índice é indicado por uma letra do alfabeto, em referência a uma tabela uniforme para todos os fabricantes. Cada letra corresponde a uma determinada velocidade máxima. A escala começa com a letra “A”, sendo a única dividida em números (A1, A2, A3 etc.) e com velocidades que vão de 5 a 40 km/h. Como se pode imaginar, é difícil encontrar em carros convencionais pneus com limites tão baixos. A tabela continua aumentos progressivos de 10 km/h até chegar ao máximo de 300 km/h, velocidade indicada pela letra “Y” (para velocidades mais altas, deve-se usar pneus fabricados especialmente para tal fim). Em nosso exemplo, a letra “H” indica uma velocidade máxima de 210 km/h.

Instruções de uso: o manual do carro
Como descobrir o tipo de pneu que pode ser usado em seu carro? Nesse caso, você pode contar com a ajuda do manual do carro, conhecido mais coloquialmente como o “manual”. Entre as várias informações apresentadas, também constam as medidas compatíveis com o seu veículo, tanto em relação às dimensões do aro da roda como a largura e altura do pneu. Geralmente, recomenda-se sempre seguir essas medidas, embora hoje seja possível conseguir autorização para tamanhos ainda mais exigentes. No entanto, trata-se de um procedimento extra bastante burocrático e, em alguns casos, extremamente dispendioso, sem falar que ao seguir as instruções, você garantirá uma segurança consideravelmente maior.

Saiba mais
Relacionadas
Informação do produto
O melhor da tecnologia de ponta da Pirelli
Descubra o novo P Zero
Encontre
Selecione o produto sob medida para você
Encontre o melhor pneu para seu carro
road