road

Os cuidados que você tem que ter com os pneus do seu carro nesta quarentena

Calibragem mais alta e movimentação do veículo são ótimas dicas para seu pneu estar sempre apto a voltar a andar

Home road Os cuidados que você tem que ter com os pneus do seu carro nesta quarentena
Os cuidados que você tem que ter com os pneus do seu carro nesta quarentena

Nesta época de quarentena, tudo que não for essencial deve ser evitado. Quem pode, está trabalhando de home office e aquele companheiro do dia a dia é, muitas vezes, deixado parado, descansando na garagem: o carro. Neste momento especial que vivemos, esta medida é a correta. Entretanto, você sabia que precisa cuidar com carinho dos pneus do seu parceiro para que ele passe bem por esse tempo em reclusão? Não? Então vamos te explicar.

O primeiro ponto antes de deixar seu carro parado por um longo período é a calibragem. Deve-se utilizar sempre o maior valor indicado no manual do veículo, como se estivesse com a carga completa de peso, ou então, caso o veículo indique a mesma pressão também para o carro com carga máxima, a pressão deve então ser acrescida em, aproximadamente, 5 a 7 psi (aproximadamente +20%). Isso ajuda a deformar menos os pneus parados (efeito flat spot), além de não deixar eles vazios muito rapidamente caso haja algum micro vazamento na válvula, por exemplo. Para isso é importante também que o veículo seja sempre monitorado.

Os cuidados que você tem que ter com os pneus do seu carro nesta quarentena

Outro ponto importante é não parar, de forma alguma, sobre objetos ou pisos muito irregulares, bem como em poças de óleo ou outros produtos químicos ou derivados de petróleo. Estes líquidos possuem solventes ou outros tipos de materiais em sua composição que, ao entrar em contato com a borracha, podem acelerar o processo de deterioramento do pneu.

Além disso, o ideal é movimentar o carro semanalmente, nem que seja um breve empurrão para frente ou para trás, entre 30 e 40 centímetros, que já é o suficiente. Isso evita que o pneu fique sustentando todo o peso do veículo em um mesmo local por muito tempo. Para quem puder colocar o carro sobre cavaletes próprios para esse fim - sempre com muito cuidado e segurança, perdendo o contato com o solo - é ainda melhor.

Verifique visualmente os pneus para ver se há alguma protuberância ou deformação causada pelo carro ter ficado parado por um longo período de tempo ou pelas condições climáticas. Verifique também se há danos, cortes, abrasões e abaulamento do pneu. Lembramos que estas deformações (flat spot) no pneu podem ser temporárias ou definitivas, dependendo do tempo e condições em que o pneu ficou parado sustentando o peso do veículo. Quando o mesmo passar a rodar novamente essa deformação pode desaparecer (depois de aproximadamente 80km rodados) ou não. Caso essa deformação não desapareça, o pneu pode continuar com vibrações e instabilidade no volante, ruídos e desgaste irregular na banda de rodagem, devendo então ser substituído.

Quando a pandemia chegar ao fim, não se esqueça de calibrar os pneus novamente, incluindo o estepe, para a pressão indicada no manual do proprietário do veículo. Se tiver qualquer dúvida ou suspeita leve seu carro para ser examinado por um especialista em uma das centenas lojas Pirelli Performance Center espalhadas em todo o País. Seguindo essas dicas, seu carro estará apto a te dar segurança quando a pandemia passar e tudo voltar ao normal.

Saiba mais
Relacionadas
Informação do produto
O melhor da tecnologia de ponta da Pirelli
Descubra o novo P Zero
Encontre
Selecione o produto sob medida para você
Encontre o melhor pneu para seu carro
road