road

Oito dicas para dirigir
em tempo chuvoso

Quando se dirige em asfalto molhado, a aderência é reduzida, as distâncias de frenagem são maiores e há um risco maior de derrapar. Veja aqui como diminuir alguns dos perigos

Home road Oito dicas para dirigir
em tempo chuvoso
Oito dicas para dirigir
em tempo chuvoso

Os carros hoje são incomparavelmente mais seguros do que no passado, mas a chuva ainda é um inimigo que você não deve subestimar. A chuva tem um grande impacto na aderência do pneu, e poças de água na pista podem causar aquaplanagem – a assustadora situação em que o acúmulo de água impede o contato entre os pneus e o asfalto. As condições são particularmente perigosas no outono, quando o clima tende a ser úmido e frio e folhas caídas formam uma massa escorregadia nas pistas, e no verão, com as chuvas rápidas e intensas.

Aqui estão oito maneiras de se dirigir com mais segurança em tempo chuvoso…

Oito dicas para dirigir em tempo chuvoso 01

1. Vá com calma

A regra básica de direção no molhado é simples: girar o volante, acelerar e frear devem ser feitos de forma mais suave que o normal. A maioria dos carros novos está equipada com o Programa Eletrônico de Estabilidade (ESP), que detecta e reduz a derrapagem. Apesar do que muitas pessoas pensam, ele não deve ser desligado em pistas molhadas. Se seu carro não tiver o ESP, é melhor usar marchas mais compatíveis com a velocidade na qual se está viajando para que as rodas corram menos risco de derrapar.

2. Garanta uma boa visibilidade 

Além da aderência reduzida, os motoristas também devem lidar com questões de visibilidade causadas pela chuva. Os limpadores de para-brisa precisam estar em perfeitas condições de uso para enfrentar tanto a chuva quanto o spray lançado pelos outros carros enquanto navegam em pistas encharcadas – especialmente aquelas que não têm boa drenagem. Ao mesmo tempo, os controles climáticos dentro do carro diminuem o risco de embaçar os vidros; em muitos veículos, há um botão específico para direcionar o ar ao para-brisa para limpá-lo mais rápido.

3. Preste atenção extra à sinalização de trânsito

É sempre importante observar a sinalização rodoviária, mas, no molhado, isto se torna ainda mais vital porque permite reagir a tempo ao ajustar sua velocidade e ajudar a manter os problemas longe. Em especial, mantenha a atenção a placas que avisem sobre superfícies escorregadias e as que anunciam lombadas e túneis, que apresentam alto risco de alagamento.

4. Evite poças profundas

Se não puder julgar com facilidade a profundidade de uma poça, tenha cuidado extra. Ela pode ocultar um buraco capaz de causar sérios danos aos pneus, aros e à suspensão – ou até perda de controle. É melhor evitar poças profundas completamente, mas se não for possível contorná-las com segurança, passe por elas lentamente. O mesmo conselho se aplica a inundações. O principal risco de dirigir em poças profundas é inadvertidamente sugar água para o motor ou o sistema elétrico.

Oito dicas para dirigir em tempo chuvoso 02

5. Dirija com cuidado

A chave para dirigir no molhado é adotar um estilo mais cauteloso – moderar a velocidade, evitar distrações e manter ambas mãos firmes no volante. Deve-se também aumentar a distância entre seu carro e o da frente – de preferência com um espaço de cerca de cinco segundos para frenagem. Isto vai garantir que você tenha tempo suficiente para reagir sem ter que recorrer excessivamente a manobras bruscas.

6. Atenção com a formação de espuma

Até mesmo as primeiras gotas de chuva podem causar problemas, como a viscoplanagem: quando os pneus têm dificuldades de aderência mesmo em uma fina camada de água. A chuva se mistura com a sujeira e o óleo depositados na pista e cria uma emulsão particularmente viscosa, que pode aparecer como uma espuma emergindo do asfalto.

7. Gire o volante com cuidado

Com cuidado e velocidade moderada, a maioria das situações perigosas pode ser evitada, mas ainda há o risco de sobresterço ou subesterço no molhado. O instinto pode nos levar a acentuar o giro do volante, mas isso deve ser evitado porque piora a situação. A resposta correta é aliviar o acelerador e alinhar levemente o volante até que as rodas recuperem o curso correto.

8. Aprenda a enfrentar a aquaplanagem

Mesmo a apenas 50 km/h, dirigir sobre poças pode causar aquaplanagem. A água não é expelida rápido o suficiente pelos pneus e isto faz o carro “flutuar” e perder direção. Depressões na superfície da via não são a única causa. O desgaste progressivo do pneu e a pressão incorreta também têm um papel no efeito.

Para contrapor-se à aquaplanagem, o melhor conselho é manter a calma. Solte o acelerador, segure o volante com firmeza e toque os freios levemente se necessário. Deste modo, você vai transferir a carga para o eixo frontal, restaurando o controle mais rapidamente. Um último conselho: mesmo os mais sofisticados sistemas de segurança podem ter tempos de resposta mais longos em uma situação como esta, então a intervenção do motorista deve ser rápida e decisiva, mas delicada ao mesmo tempo.

Saiba mais
Relacionadas
Informação do produto
O melhor da tecnologia de ponta da Pirelli
Descubra o novo P Zero
Encontre
Selecione o produto sob medida para você
Encontre o melhor pneu para seu carro
road