race

Senna: como você nunca
tinha visto

Você acha que sabe tudo sobre Ayrton Senna? Bom, aqui estão alguns carros que você não sabia que ele dirigiu

Home race Senna: como você nunca
tinha visto
Senna: como você nunca
tinha visto

Do asfalto ao cascalho
Vá ao Grande Prêmio do Brasil e há um nome que vem instantaneamente à cabeça: Senna. Ayrton será sempre associado à Fórmula 1 em sua era de ouro, mas com o World Rally Championship se encerrando na Austrália no fim de semana após Interlagos, é uma boa hora para refletir sobre outro momento incrível em sua extraordinária carreira. O que poucas pessoas percebem é o fato de que o campeão brasileiro foi também um piloto de rally – por um dia.
Em 1986, quando corria pela equipe Lotus, Senna experimentou um grupo diverso de carros de rally no País de Gales para uma matéria na extinta revista Car and Car Conversions. Ele testou de tudo, desde um Vauxhall Nova 4x2 (similar ao carro no qual Colin McRae fez fama) ao incrível Group B Austin Rover Metro 6R4. No cardápio, também estava um Ford Sierra RS Cosworth e um Ford Escort 3.4 customizado.
O motivo? Nas palavras de Senna: “Não sei nada sobre rally. Vi fotos em revistas, assisti algumas vezes na televisão. E procurei não ouvir ninguém sobre pilotagem de rally. Quero descobrir por mim mesmo.”

Show more images

Dominando a derrapagem
Na primeira tentativa com o poderoso Sierra, ele quase saiu na primeira curva. Não era o que ele esperava. “Foi surpreendente,” comentou. “Porque eu entrei na primeira curva como se fosse um carro normal. Foi uma bobagem. Agora eu entendo porque você tem que usar o sobresterço e um pouco da tração – para manter o carro agarrado ao solo de verdade. Se você tentar fazer a curva, você não consegue. Você segue reto.”
Senna não estava exagerando: ele sabia tão pouco sobre carros de rally que nem mesmo levou luvas, imaginando que a experiência seria parecida com um carro de passeio. Ao final do dia, ele tinha bolhas nas mãos e achou difícil entender exatamente como os carros conseguiam aguentar ser tão castigados pelo cascalho solto. Mas ele adorou a experiência, assim como Kimi Raikkonen 25 anos depois (o último piloto de GPs a tentar a sorte no rally), mas achou difícil fazer qualquer comparação com a Fórmula 1.
“É difícil porque aqui há muito mais empolgação, eu acho,” disse Senna. “É muito mais emocionante aqui que em um carro de Fórmula 1. Porque aqui você não chega à velocidade mais alta, mas você tem uma tremenda aceleração. É uma emoção muito mais instantânea que na Fórmula 1. Em um carro de Fórmula 1, você acelera, acelera, acelera! E aí você desacelera. Aqui você chega ao pico e desce, chega ao pico e desce. É uma abordagem diferente.”

No rally por uma causa
Senna rejeitou categoricamente uma mudança para o rally – ironicamente, ele achava perigoso demais – mas em sua mente, ele estava completamente convertido. A única coisa em que ele precisava melhorar era seu conhecimento em geografia britânica, ainda que, para ser justo, aquela foi a primeira vez que o brasileiro esteve na escura Gales.
“Fora as corridas que eu disputei, os testes ou coisas assim, este foi provavelmente o melhor dia que eu vivi na Inglaterra,” ele concluiu. “Fora as corridas que realizei lá, foi este. Em termos de diversão, este foi o melhor dia.” 
Infelizmente, Senna nunca teve a chance de dirigir um carro de rally outra vez. Mas para os privilegiados que o viram participar dos testes naquele dia, não havia dúvidas de que Senna tinha tudo para ir direto ao topo do WRC. Assim como em todo o resto.

Saiba mais
Relacionadas
Informação do produto
O melhor da tecnologia de ponta da Pirelli
Descubra o novo P Zero
Encontre
Selecione o produto sob medida para você
Encontre o melhor pneu para seu carro
race