race

Dez eventos automobilísticos que não aconteceram como planejado

O cancelamento do GP de Melbourne devido ao controle da difusão do Coronavírus não é único na história. Descubra quais outros eventos de automobilismo foram cancelados no passado

Home race Dez eventos automobilísticos que não aconteceram como planejado
Dez eventos automobilísticos que não aconteceram como planejado

No fim de semana passado, deveríamos ter assistido ao primeiro Grande Prêmio do Campeonato Mundial de Fórmula 1 na Austrália, em Melbourne. Mas a disseminação do Coronavírus e a necessidade de respeitar as medidas de segurança sanitárias, impuseram, justamente, seu cancelamento. Mas não é a primeira vez que imprevistos interrompem uma competição. Aqui estão 10 outros eventos que, por várias razões, não conseguiram seguir adiante.

Rali Dakar em 2008

Apenas um dia antes do início, a corrida endurance classic foi cancelada porque os organizadores não conseguiram garantir a segurança dos participantes que sofreram graves ameaças terroristas. No ano seguinte, o rali foi disputado na América do Sul e desde então nunca mais foi corrido na África, embora o nome 'Dakar' tenha sido mantido.

24 horas de Le Mans em 1936

A 14ª edição das 24 horas de Le Mans, prevista para 1936, foi cancelada devido a uma greve geral na França após a vitória da frente popular nas eleições. Devido à greve, nem os trabalhadores envolvidos na conversão das estradas para a corrida, nem os oficiais de corrida apareceram.

Grande Prêmio do Bahrein 2011

Este evento deveria ter sido a estreia da Pirelli em um Grande Prêmio na era moderna. No entanto, a 'Primavera Árabe' resultou em uma série de tensões políticas em todo o Oriente Médio, e consequentemente a corrida no Bahrein foi revogada e a Austrália recuperou assim seu papel de abertura da temporada. No entanto, o Grande Prêmio do Bahrein voltou a ser realizado no ano seguinte.

Grande Prêmio da África do Sul em 1982

A corrida realmente começou, mas correu o risco de não chegar ao fim. Uma disputa sobre as condições da superlicença levou a uma greve convocada pela Grand Prix Drivers’ Association. Os pilotos se barricaram em um hotel (onde Elio de Angelis os entreteve tocando piano) até conseguirem um acordo de última hora. No ano anterior o Grande Prêmio da África do Sul havia sido cancelado do calendário oficial (embora a corrida tenha sido realizada, mas não valendo para a disputa do campeonato) após uma controvérsia sobre as datas.  

Grande Prêmio da China 1999

Bernie Ecclestone anunciou o primeiro Grande Prêmio da China, que deveria ser a segunda etapa do campeonato de 1999, a ser realizada no circuito de Zhuhai, anteriormente usado nas corridas de GT. A FIA, porém, declarou posteriormente que o circuito não atendia aos padrões exigidos e isso levou ao cancelamento da corrida antes mesmo do início da temporada.

Grande Prêmio da Bélgica de 1985

A corrida estava originalmente marcada para 2 de junho e deveria ocorrer no circuito de Spa, com um novo e caro asfalto emborrachado, destinado a melhorar a aderência em caso de pista molhada. Mas quando chegou o momento de dar início às provas, estava tão quente que os carros, já durante os testes de sexta-feira, rasgaram pedaços do asfalto que havia sido colocado as pressas. Apesar do rápido trabalho de reparo realizado da noite para o dia, após apenas 25 minutos de testes no sábado, os pilotos declararam que as condições não eram adequadas para uma competição. O piloto da Renault, Derek Warwick, disse: "Dirigir é impossível, imagine correr". Por esse motivo o Grande Prêmio da Bélgica foi adiado para setembro.

Rali da Suécia de 1990

Alguns eventos já foram cancelados devido ao mau tempo, mas em 1990 a corrida na Suécia foi cancelada porque as condições climáticas não eram ruins o suficiente. Na ausência de uma camada decente de neve e gelo, os pneus de neve não somente teriam perdido os pregos e comprometido a estabilidade do carro, algo já suficientemente arriscado, como também teriam causado danos consideráveis à superfície das estradas.

RAC Rali ou Rali Britânico de 1967

A febre aftosa, uma doença que paralisa o gado, causou o cancelamento do RAC de 1967, com medo de que o movimento de carros e espectadores no país favorecesse a propagação da doença. A febre aftosa reapareceu em 2001 no Reino Unido, levando ao cancelamento do Rali do País de Gales e de outros eventos esportivos.

Rali da Austrália de 2019

Semelhante ao que aconteceu na corrida de abertura da Fórmula 1 em 2020, todas as equipes do WRC que chegaram à Austrália no ano passado, tiveram que voltar para casa quase imediatamente, pois o rali nunca começou devido aos graves incêndios que devastaram o país.

Saiba mais
Informação do produto
O melhor da tecnologia de ponta da Pirelli
Descubra o novo P Zero
Encontre
Selecione o produto sob medida para você
Encontre o melhor pneu para seu carro
race