life

Como a Pirelli vai além da Responsabilidade Social Corporativa e põe a sustentabilidade em seu âmago

A sustentabilidade, em todas as suas formas, passou a conduzir as estratégias da Pirelli, servindo de suporte para as mudanças radicais no programa da última década

Home life Como a Pirelli vai além da Responsabilidade Social Corporativa e põe a sustentabilidade em seu âmago
Como a Pirelli vai além da Responsabilidade Social Corporativa e põe a sustentabilidade em seu âmago

Uma redução de 15% nas emissões específicas de CO2, um corte de 18% no consumo específico de energia, uma queda de 58% no uso específico de água e um aumento na taxa de recuperação de lixo para chegar ao ponto de “nenhum lixo precisar ser enviado para aterro sanitário” – com objetivos tão ambiciosos como esses, a responsabilidade corporativa não pode ser relegada à condição de um simples adendo. Atingir essas metas desafiadoras até 2020 (em relação aos níveis de 2009) pressupõe uma abordagem sustentável presente no centro da estratégia da Pirelli que permeie a cultura de toda a empresa.

Se espelhando nisso, a Pirelli integra seus relatórios de sustentabilidade, governança e finanças em um único relatório anual, representando um marco para uma jornada que teve início com o primeiro relatório ambiental da empresa no ano de 2000.

Sustentabilidade como modelo de gestão
Para grande parte das pessoas, o primeiro pensamento que lhes vem à mente ao ouvir a palavra “sustentabilidade” é o meio ambiente, mas ela significa muito mais do que isso: a sustentabilidade envolve o equilíbrio da interação entre o modelo de negócio de uma empresa, seus ambientes externos e concorrenciais, a estratégia, o gerenciamento de riscos e a governança corporativa. As diferentes formas de capital que uma empresa utiliza (desde o financeiro, produtivo e intelectual até o humano, natural e social) estão todas interligadas.

Os tipos de capital citados não podem evoluir sem investimento adequado em Capital Humano, presente no coração da Empresa. A Pirelli investe constantemente em treinamento, chegando a uma média de 8,2 dias por funcionário no final de 2014, assim como na cultura de Saúde e Segurança do Trabalho, apresentando um indicador de frequência de acidentes com queda de 17,7% em 2014, em comparação a 2013, e de 71% em comparação a 2009, condizente com a meta para 2020, que prevê uma diminuição no indicador de 90% em comparação ao ano-base de 2009.

Mérito, regras, ética e compartilhamento de valores sólidos, além de políticas claras, atenção ao bem-estar e diversidade, são combinados a ferramentas avançadas para atrair e reter os melhores talentos.

“Trata-se de considerar a sustentabilidade não como um tópico específico, mas como um modelo de gestão capaz de ser transferido para todas as funções”, declara a Dra. Eleonora Giada Pessina, Diretora de Sustentabilidade e Diversidade do Grupo Pirelli. “Todos os tipos de capital têm de ser geridos com responsabilidade e sustentabilidade. Do contrário, a viabilidade financeira da empresa estará em risco”.

Potencial de crescimento
Operar de forma sustentável pode gerar economias atraentes: o investimento da Pirelli em proteção do meio ambiente contribuiu para a economia de € 92 milhões em 2014. Porém, a sustentabilidade vai muito além de encontrar eficiências: com o progresso da economia verde, trata-se também de uma oportunidade expressiva para crescimento. Os produtos da linha Green Performance da Pirelli, que têm um impacto ambiental reduzido tanto na fabricação como no uso, gerou um crescimento de 46% do faturamento de pneus em 2014, em comparação aos 35% em 2011.

O uso de novas tecnologias é fundamental. No Brasil, por exemplo, a Pirelli desenvolveu um processo de fabricação para extrair sílica industrial do principal refugo do arroz – a casca. Atualmente, a casca do arroz é subutilizada e encontrada em grandes quantidades em muitas regiões do mundo.

Como a Pirelli vai além da Responsabilidade Social Corporativa e põe a sustentabilidade em seu âmago

Se preparando para o futuro
Talvez sustentabilidade signifique, acima de tudo, olhar para o futuro e ser capaz de prever e planejar para o longo prazo – seja para o impacto das mudanças climáticas, a intensificação regulatória ou a mudança nas preferências do consumidor.

Veja a água, por exemplo: com o número crescente de provas do aquecimento global, a diminuição das emissões de carbono está no topo da agenda política. Entretanto, a Pirelli também definiu para si própria metas rigorosas de redução de água. A empresa acredita que a escassez de água pode ser um problema semelhante ao do CO2 no futuro. Se a água passar a ser escassa em países onde o seu custo não é elevado nos dias de hoje, tal fato surtirá um impacto maciço sobre as empresas. Para a Pirelli, ser sustentável também implica em ser capaz de prever riscos desse tipo de forma responsável.

Compartilhamento global das melhores práticas
Ao mesmo tempo, a Pirelli acredita no compartilhamento das melhores práticas. No passado, o plano de sustentabilidade de uma empresa poderia ser considerado como parte de sua propriedade intelectual, mas hoje, com a ascensão da “economia de compartilhamento”, a demanda crescente por transparência e o imperativo de fazer melhor uso dos recursos e refrear o aquecimento global, o ônus de agir em prol do bem comum recai sobre as empresas.

Desde 2014, a Pirelli pede a seus fornecedores estratégicos que se unam a ela para passarem por um monitoramento de desempenho para mudança climática através da organização Carbon Disclosure Project. Os fornecedores conseguiram reduzir as emissões de CO2 em 65 milhões de toneladas, registrando também economias de € 681 milhões.

A empresa não está trabalhando somente com a cadeia de abastecimento. O modelo de negócio da Pirelli é inspirado pelo Pacto Global da ONU, do qual faz parte desde 2004, e que, desde então, cresceu e se tornou a maior iniciativa de sustentabilidade corporativa do mundo. A Pirelli faz parte do Comitê Diretor LEAD do Pacto Global, onde está assumindo papel de liderança em esforços para melhorar a comunicação das empresas a respeito de questões ambientais, sociais e de governança, ao passo que ajuda na criação de ferramentas que permitam às empresas incorporarem práticas de sustentabilidade.

Nas palavras do CEO da Pirelli Marco Tronchetti Provera: “A sustentabilidade é uma escolha fundamental para a Pirelli. Ela está plenamente integrada na visão do grupo e em suas estratégias de crescimento, em todas as áreas de negócio e em todas as decisões da administração, no mundo todo.”

Saiba mais
Relacionadas
Informação do produto
O melhor da tecnologia de ponta da Pirelli
Descubra o novo P Zero
Encontre
Selecione o produto sob medida para você
Encontre o melhor pneu para seu carro
life