life

A Pirelli traz o renascimento para a Rússia: a líder Premium de hoje

Duas cidades, Voronej e Kirov, receberam a Ordem de Lênin no passado. Graças à Pirelli elas são hoje líderes na produção de pneus premium

Home life A Pirelli traz o renascimento para a Rússia: a líder Premium de hoje
A Pirelli traz o renascimento para a Rússia: a líder Premium de hoje

A Pirelli opera duas fábricas na Rússia, uma em Voronej e outra em Kirov. Ambas já eram fábricas de pneus, e passaram por atualizações tecnológicas nos últimos anos. Trazer essas fábricas para os padrões modernos da Pirelli foi, mais do que tudo, um retorno a um passado glorioso não muito distante.

A Pirelli traz o renascimento para a Rússia: a líder Premium de hoje

A fábrica de Voronej foi construída em 1946. Nos primeiros 20 anos de sua existência, seus engenheiros e operários produziram 49 tipos diferentes de pneus. Eles abasteceram a União Soviética com pneus para bicicletas,  carros de corrida, scooters, sedãs de passeio, tratores e ônibus. Em suma, todos os tipos de pneus para todos os tipos de veículos que uma sociedade em reconstrução depois da guerra precisaria. Em 1960, essa fábrica se tornou o primeiro local na URSS a produzir pneus para trabalhos pesados, possibilitando uma escala completamente nova de atividades industriais. Como reconhecimento de seus muitos avanços tecnológicos, seis anos depois a fábrica recebeu a Ordem de Lênin, o mais elevado reconhecimento na União Soviética, e a tecnologia para trabalhos pesados recebeu a Medalha de Ouro da Economia Nacional.
Se Voronej foi impulsionada pela ambição do pós-guerra, Kirov nasceu apressadamente, das necessidades dos tempos de guerra.  Os equipamentos que formaram a base da fábrica foram transferidos de uma fábrica em Yaroslavi porque a cidade corria risco de bombardeio. Foi por causa dessa pressa que as primeiras construções e mesmo as fundações foram feitas de madeira, já que a produção tinha de começar o mais rápido possível. O primeiro pneu foi fabricado em novembro de 1943 e a produção continuou sem interrupções, mesmo quando uma estrutura de pedra foi construída gradualmente no lugar da de madeira. Assim como Voronej, Kirov foi inovadora, e em 1965 recebeu a Ordem do Estandarte Vermelho pelo desenvolvimento e industrialização do primeiro pneu radial da União Soviética.

A Pirelli traz o renascimento para a Rússia: a líder Premium de hoje 2

Antigos colegas de escola trabalhando juntos
Embora a fábrica de Kirov empregue pessoas de vários países, assim como todas as operações da Pirelli, juntamente com italianos, alemães, turcos, romenos e moscovitas, o quadro de funcionários é peculiar pois inclui um grande grupo central de kirovitas que em muitos casos estudaram e cresceram juntos. Há cerca de 198 graduados da Universidade Estadual de Vyatka trabalhando em Kirov, representando quase 50% do pessoal administrativo.
recém-chegados também (sic). A trajetória normal de uma carreira incluiria estudar em uma das escolas secundárias locais, seguida de especialização na Universidade de Kirov ou na Academia Técnica de Kirov e contratação pela Pirelli. Não é surpresa que a empresa e estas instituições de ensino possuem relacionamentos de longa data, incluindo iniciativas de pesquisas conjuntas, de forma que estão entrelaçadas tanto no âmbito industrial quanto social. Graduados em química trabalham nos Departamentos de P&D e de Qualidade, mas há muitos na produção, engenharia industrial, TI e manutenção.  Desde a chegada da Pirelli, as trajetórias de carreira dos jovens membros da equipe ficaram muito mais rápidas do que antes, e muitas vezes envolvem intercâmbios com fábricas da Pirelli no mundo inteiro.

As Modernizações da Pirelli
Começando em dezembro de 2011, mais ou menos quando a Pirelli assumiu o controle operacional de Kirov junto com sua parceira Rostec, foi colocada em prática uma modernização em larga escala da fábrica. Alguns meses depois o processo se iniciou na fábrica de Voronej. Antigos prédios foram reconstruídos, as oficinas de produção foram reformadas, novas instalações de mistura foram criadas, e foram introduzidos a tecnologia e os processos da Pirelli. Ao mesmo tempo, especialistas da fábrica foram enviados para treinamento nas fábricas da Pirelli na Itália, Alemanha, Romênia e Turquia. A fábrica da Pirelli em Voronej é hoje uma das maiores fábricas de pneus da Rússia e uma das mais avançadas em termos tecnológicos. Tudo isso levou ao aumento da capacidade e, o mais importante, ao aumento da capacidade Premium. O total investido nas fábricas de 2012 a 2015 foi de mais de 200 milhões de euros. Em Kirov há 2.200 funcionários; em Voronej, 1.023.
Em Voronej se desenvolvem e produzem pneus para carros de passeio do segmento premium com diâmetros de 16” a 21”. Os pneus são feitos não apenas para o mercado russo, onde abastecem uma série de fábricas de automóveis, mas também são exportados para a Europa, Escandinávia e países da CEI. A KTP produz pneus Pirelli e Amtel variando de 13” a 16”, abastecendo também várias fábricas de automóveis na Rússia.

Sobre as duas cidades
Localizada em torno de 500 km de Moscou, Voronej foi fundada em 1586 como uma fortaleza militar na margem direita do Rio Voronej. A cidade é considerada o berço da Marinha Russa regular e é uma das maiores da Rússia Central, com cerca de um milhão de pessoas. Kirov tem aproximadamente a mesma população e está a 900 km ao nordeste de Moscou na Ferrovia Transiberiana. Originalmente se chamava Vyatka, que é também o nome do rio junto ao qual está a cidade. É um antigo centro provincial conhecido pelas muitas igrejas nas margens do rio.

Saiba mais
Relacionadas
Informação do produto
O melhor da tecnologia de ponta da Pirelli
Descubra o novo P Zero
Encontre
Selecione o produto sob medida para você
Encontre o melhor pneu para seu carro
life