A Pirelli mais uma vez dominou o pódio tanto no MXGP como no MX2 na França, na nona rodada de um total de dezessete do FIM Motocross World Championship.

A principal categoria, o MXGP, assistiu a um duelo equilibrado entre o piloto da Suzuki Clement Desalle e o líder do campeonato Antonio Cairoli. A disputa foi de tirar o fôlego até as últimas curvas. Os rivais na disputa pelo título começaram o dia com pneus SCORPION™ MX MidSoft 32F na dianteira e na traseira. O belga optou pelas medidas 120/90-19, enquanto o italiano foi de 110/90-19. Ambos lutaram até o fim. Cairolli liderou a primeira bateria quase de ponta a ponta, até que um pequeno erro fez com que Desalle assumisse a liderança. Desalle conseguiu segurar a posição e cruzou a linha de chegada menos de um segundo à frente da estrela da KTM.

Na segunda bateria, Cairoli novamente determinou o ritmo e parecia ter a vitória na prova e no geral no bolso, até que uma inesperada batida duas voltas antes da bandeirada permitiu que Desalle e o piloto da Yamaha Jeremy Van Horebeek assumissem as duas primeiras posições, empurrando o campeão mundial para a terceira colocação.

Também correndo com pneus SCORPION™ MX MidSoft 32F na dianteira e na traseira, Jeffrey Herlings dominou o MX2, conquistou sua quinta vitória dupla e ampliou sua vantagem no campeonato. Herlings tem agora 45 pontos de vantagem sobre Arnaud Tonus, que ficou em segundo na França.