Ontem, sob os olhares de 72 mil espectadores, a Pirelli e a equipe Kawasaki SRC de Grégory Leblanc, Fabien Foret e Nicolas Salchaud, triunfaram nas 24 Horas de Le Mans Moto, vencendo pelo quarto ano consecutivo. Após o sucesso no final de abril no Bol d’Or, a Pirelli, consequentemente, ganha o título de ‘Master of Endurance’ pela segunda vez consecutiva, um prêmio que consiste, precisamente, das duas corridas mencionadas acima. Ambas eram as únicas rodadas do Campeonato do Mundial de Enduro 2013 da FIM (Federação Internacional de Motociclismo), que este ano incluiu um total de quatro corridas, nas quais a Pirelli e a equipe Kawasaki SRC participaram.

A perfeita harmonia criada entre os pilotos, motos e pneus Pirelli Diablo Superbike provou ser de fundamental importância para o sucesso na competição. A equipe terminou à frente da Suzuki GSX-R 1000 da equipe R2CL, equipada com pneus Dunlop, em segundo lugar; e a Yamaha YZF-R1 da Yamaha France GMT 94 Yamalube, equipada com os pneus da fabricante francesa Michelin, em terceiro lugar.

Durante o fim de semana, a Pirelli também se tornou campeã na Itália com a Ducati de Eddi La Marra na classe Superbike do Campionato Italiano Velocità (o campeonato nacional italiano) e na Alemanha com a BMW de Markus Reiterberger, na categoria Superbike do IDM (o campeonato nacional alemão).

“Vencer uma competição lendária como as 24 Horas de Le Mans, na França, e conseguir fazer isso por quatro anos consecutivos, certamente, nos deixa muito felizes e nos enche de orgulho”, disse o diretor da Pirelli Moto Racing, Giorgio Barbier.

“Este fim de semana nos deu muitas emoções e satisfação, os triunfos vieram em competições com vários fornecedores de pneus, como o exigente Campeonato Mundial de Endurance. Além disso, vencemos utilizando o mesmo produto, o Diablo Superbike, com três diferentes montadoras, o que significa que temos um pneu muito versátil que é bem adequado para todos os modelos de motocicletas. Quero parabenizar toda a equipe Kawasaki SRC e seus pilotos, sem dúvida, um combinação vencedora entre a Pirelli e esta equipe, mas em particular a Grégory Leblanc, que juntamente conosco e a SRC Kawasaki domina a competição há quatro anos, um recorde sem precedentes desde 1990, que pertencente a Jean Michel Mattioli”, completou Barbier.

 

No total, a Pirelli trouxe à 36ª edição desta maratona de 24 horas, que acontece regularmente desde 1978 na pista Sarthè “Bugatti”, 2.872 pneus Pirelli Diablo Superbike para suprir 17 das 56 equipes participantes. Na dianteira as opções foram os compostos SC1 e SC2, enquanto para a traseira havia uma única solução, o composto macio SC0, ideal em um asfalto como o de Le Mans, que oferece pouca aderência. Esta solução mostrou um bom desempenho durante o dia, mesmo com a queda na temperatura durante a noite. Graças à aderência e a durabilidade proporcionadas, os pilotos da Kawasaki SRC fizeram um total de 820 voltas, estabelecendo a volta mais rápida da corrida em 1min37s722 e vencendo com uma diferença de sete voltas sobre os seus perseguidores.