A Pirelli acaba de anunciar os compostos PZero de pista seca que serão fornecidos para os próximos três grandes prêmios da Fórmula 1: Inglaterra/Silverstone (30/6), Alemanha/Nürburgring (7/7) e Hungria/ Hungaroring (28/7). Diferentemente dos planos iniciais da Pirelli, no entanto, a estrutura dos pneus continuará inalterada. Esta decisão deve-se ao fato de que os novos pneus, que foram levados para os treinos livres de sexta-feira no último GP do Canadá, não foram suficientemente testados em função da chuva – e porque as escuderias não chegaram a uma decisão unânime sobre a introdução das mudanças.

No GP da Inglaterra, foram definidos os compostos PZero Laranja (duro) e PZero Branco (médio), isto é, os dois pneus mais duros da gama desenvolvida pela Pirelli para a temporada 2013 e que melhor se ajustarão às elevadas demandas de energia do traçado de Silverstone.

Realizado no circuito de Nürburgring, o GP da Alemanha contará com os compostos PZero Branco (médio) e PZero Amarelo (macio), por ser uma pista com velocidades e curvas variadas, zonas de forte frenagem e que exige muita aderência mecânica dos pneus.

Para o GP da Hungria, a Pirelli levará a mesma combinação de pneus a ser utilizada na Inglaterra: PZero Laranja (duro) e PZero Branco (médio). Este é um dos circuitos permanentes mais lentos do calendário da Fórmula 1, mas ainda assim demanda muito dos pneus devido ao seu traçado sinuoso. Isto, combinado com as altas temperaturas locais, torna os compostos médio e duro as melhores escolhas para esta pista, uma vez que os compostos utilizados neste ano são mais macios do que toda a gama PZero disponibilizada pela Pirelli no decorrer da temporada 2012 da Fórmula 1.

As regras do campeonato estipulam que a cada fim de semana de corrida, sob circunstâncias normais, cada carro receba seis jogos do composto mais duro e cinco jogos da opção mais macia. A Pirelli também leva quatro jogos de pneus Cinturato Verde (intermediário) e três de Cinturato Azul (chuva) por piloto.