Os Pirelli Scorpion MX foram os vencedores indiscutíveis do Grande Prémio de Trentino, com Antonio Cairoli e Jeffrey Herlings monopolizando suas respectivas categorias.

O siciliano consolidou sua liderança na classe MX1 com uma performance irrepreensível  e conquistando o degrau mais alto do pódio pela terceira vez em 2013. O piloto seis vezes campeão mundial utilizou pneus Pirelli Scorpion MX MidSoft 32F na frente e MidSoft 32 na traseira e terminou à frente do companheiro da equipe KTM Ken de Dycker. O Belga usou a mesma combinação de pneus e sua colocação no fim de semana o deixa na vice-liderança na tabela, à frente do seu compatriota Clement Desalle. O piloto da Suzuki não poderia ir além de um quarto lugar, depois de um acidente no início da segunda corrida. O seu companheiro de equipe, Kevin Strijbos, que também utiliza pneus Pirelli, ficou em quinto.

Na MX2, a história foi parecida para Jeffrey Herlings, que não foi prejudicado nem mesmo por duas largadas ruins (um acidente e uma batida no portão na segunda bateria) para conseguir a sua quarta vitória em GPS e manter seu recorde de 100%. O holandês usou pneus Pirelli Scorpion MX MidSoft 32F na frente e MidSoft 32 na traseira,  terminando à frente do seu colega de equipe KTM Jordi Tixier, que optou por Pirelli Scorpion MX MidHard 554, enquanto o Scorpion MidSoft 32 foi usado pelos quarto e quinto colocados Christophe Charlier e Coldenhoff Glenno.

MX1 Classificação geral:

1. Antonio Cairoli, KTM Factory Team Red Bull

2. Ken De Dycker, KTM Factory Team Red Bull

3. Paulin Gautier, Kawasaki Racing Team

4. Clement Desalle, Suzuki Team Rockstar

4. Kevin Strijbos Suzuki Team Rockstar

MX1 Campeonato após 4 rodadas:

1. KTM Antonio Cairoli p. 192

2. Ken De Dycker KTM p. 155

3. Clement Desalle Suzuki p. 149

4. Gautier Paulin Kawasaki p. 148

5. Kevin Strijbos Suzuki p. 120

MX2 Classificação Geral:

1. Jeffrey Herlings da KTM Factory Team Red Bull

2. Jordi Tixier KTM Factory Team Red Bull

3. José Butron KTM Team KTM Silver Action

4. Christophe Charlier Yamaha Team Monster Energy

5. Glenn Coldenhoff KTM Team Standing Construct

MX2 Campeonato após 4 rodadas:

1. Jeffrey Herlings da KTM p. 200

2. Jordi Tixier KTM p. 141

3. Glenn Coldenhoff KTM p. 128

4. José Butron KTM p. 111

5. Christophe Charlier Yamaha p. 107